Home / Concelho / Artesãos de Silves participam no projeto TASA – Quando o artesanato se reiventa

Artesãos de Silves participam no projeto TASA – Quando o artesanato se reiventa

O Município de Silves decidiu participar no “Projeto TASA – Técnicas Ancestrais Soluções Atuais”, convidando vários artesãos do concelho para “reinventarem” produtos de artesanato.
Os resultados são surpreendentes e podem ser vistos no novo catálogo deste projeto: um amolador de facas feito com pedra de grés de Silves, um conjunto de candeeiros feitos de cana e cerâmica, um suporte para colocação de vasos criado em empreita e madeira.

“Inicialmente, o desafio foi lançado às autarquias: era necessário efetuar o levantamento de quais os artesãos existentes e as técnicas que cada um usava. Silves foi um dos Municípios que aceitou participar.

As artesãs Ana Silva e Lília Lopes com a vereadora Luísa Luís e o chefe de departamento Pedro Garcias, ao lado de um dos novos candeeiros
As artesãs Ana Silva e Lília Lopes com a vereadora Luísa Luís e o chefe de departamento Pedro Garcias, ao lado de um dos novos candeeiros

Como resultado desse trabalho, José Teresa (Madeira), Lília Lopes (Cerâmica), Noémia Martins (Tear/), João Cabrita (Pedra) e Ana Silva (Cana) integram o novo catálogo deste projeto, que contou com a criatividade das designers Alexandra Gonçalves e Ana Rita Aguiar para mostrar como é possível combinar as tendências do design contemporâneo, com as técnicas artesanais e os materiais da terra, produzindo peças que revelam a vitalidade e a utilidade do trabalho dos artesãos”.

Ao todo, 16 artesãos de Silves, Alcoutim e Loulé, em conjunto com as referidas designers criaram 12 novos produtos, tendo havido uma aposta nos produtos que se destinam à casa e à cozinha, bem como na mistura de materiais.
Cada um dos novos utensílios conta uma história, não só dos artesãos que os fizeram, mas também acerca do olhar criativo dos designers e da herança cultural que subjaz à sua criação. A nova série inspira-se nos patrimónios de Alcoutim, Loulé e Silves, convocando os seus saberes, memórias e matérias naturais.
A apresentação pública das peças foi feita no dia em Loulé, no dia 22 de setembro.

Um amolador com o grés de Silves
Um amolador com o grés de Silves

As peças podem ser adquiridas em 15 pontos de revenda em todo o país, na loja do TASA situada no Centro Histórico de Loulé e já foram exportadas para a Europa, o Japão e os Estados Unidos da América.
Os interessados podem, ainda, encomendar via email (encomendastasa@gmail.com) ou ver tudo sobre o projeto no site www.projectotasa.com.

O projeto TASA é uma iniciativa da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve iniciado em 2010, com o objetivo de afirmar o artesanato como uma profissão com futuro. Está a ser dinamizado pela empresa de turismo responsável – Proactivetur, desde 2013, no âmbito de protocolo de colaboração.

Veja Também

Silves tem nova Unidade de Saúde Móvel

O Concelho de Silves tem, desde o dia 6 de novembro, uma nova Unidade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *