Home / Sociedade / História & Património

História & Património

Exposição “Os combatentes do concelho de Silves na I Guerra Mundial” (Silves e Tunes)

Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, no mês de feveiro, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “Os combatentes do concelho de Silves na I Guerra Mundial”. Este mês a exposição foca-se na listagem dos soldados de Silves e Tunes. A exposição contém uma listagem com o nome dos 250 combatentes do concelho que participaram nesta guerra e dados biográficos sobre muitos deles. Contém ainda imagens da época e os boletins militares de vários soldados. Devido à sua grande dimensão, em dezembro esteve exposta a listagem dos combatentes das freguesias de Alcantarilha, Algoz e Armação. No mês …

Ler Mais »

Memórias breves (14) – Os coletes Jaune e Amarelo

Os coletes Jaune e Amarelo A Europa está turbulenta. Em França chegaram les gilets Jaunes; em Portugal, os coletes amarelos. O populismo avança nesse inebriante poder. Os gauleses vieram num pedido de valorização ao trabalho, segundo afirma o sociólogo da Universidade de Lille, Vann le Lann, especialista do Trabalho e coordenador no inquérito colectivo, entre outros professores de investigação, que analisaram os movimentos, em Paris e em todo o território dos “Gilets Jaunes”. O sociólogo de Lille estima que a identidade do movimento, está centralizada sobre o reconhecimento do trabalho. No conjunto, afirmam os sociólogos, este tornou-se um assunto pessoal, …

Ler Mais »

Exposição “Os combatentes do concelho de Silves na I Guerra Mundial”

Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, no mês de janeiro, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “Os combatentes do concelho de Silves na I Guerra Mundial”. A exposição contém uma listagem com o nome dos 250 combatentes do concelho que participaram nesta guerra e dados biográficos sobre muitos deles. Contém ainda imagens da época e os boletins militares de vários soldados. Devido à sua grande dimensão, em dezembro esteve exposta a listagem dos combatentes das freguesias de Alcantarilha, Algoz e Armação. No mês de janeiro está exposta a listagem de Pêra, São Marcos da Serra e …

Ler Mais »

Monumento homenageia mortos do Ultramar, em Silves

“Numa homenagem tardia mas justa”, foi inaugurado, em Silves, um Monumento de Homenagem aos Combatentes do Ultramar que perderam a vida “numa guerra injusta”. A inauguração teve lugar no dia 16 de dezembro, reunindo famílias dos combatentes, antigos combatentes, dirigentes e membros da Liga dos Combatentes e de entidades locais, nomeadamente a presidente da Câmara Municipal de Silves e o presidente da Junta de Freguesia de Silves. O presidente da Liga dos Combatentes, general Joaquim Chito Rodrigues, falou do sentido desta homenagem “porque houve alguém que deu a vida pela pátria” e que esses não podem ser esquecidos, “porque somos …

Ler Mais »

Memórias Breves (13) – A cidade das minas

ERA véspera de Natal quando desembarquei na gare do primeiro comboio que se iniciara em França, a gare de Chateaucreaux, na capital de La Loire. Caía um nevão, naquela noite, que me reteve no imóvel centenário de tijoleira vermelha, nesse respeito do tempo histórico. Aguardei por um táxi. Mas nada se movimentava nessa noite de 24 de dezembro. Um funcionário conduziu-me a uma pequena sala de espera onde mais três passageiros  se encontravam, aguardando. Certamente, numa cidade como Paris, tal amabilidade não viria ter comigo. Eu e os outros passageiros ficamos aguardando que o nevão passasse. Éramos todos jovens e …

Ler Mais »

Os combatentes do concelho de Silves na I Guerra Mundial (Alcantarilha, Algoz e Armação de Pêra)

Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, no mês de dezembro, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “Os combatentes do concelho de Silves na I Guerra Mundial”. A exposição contém uma listagem com o nome dos 250 combatentes do concelho que participaram nesta guerra e dados biográficos sobre muitos deles. Contém ainda imagens da época e os boletins militares de vários soldados. Devido à sua grande dimensão, em dezembro estará exposta a listagem dos combatentes das freguesias de Alcantarilha, Algoz e Armação. No mês de janeiro será exposta a listagem de Pêra, São Marcos da Serra e …

Ler Mais »

Memórias breves (12) – Silves num contexto cultural, político e religioso

Em Março de 2017 publicara em “TERRA RUIVA”, um estudo histórico, político/religioso sobre o bispo designado para o ”reino do Algarve”, em 1333, de nome Álvaro Pais. Um natural da Galiza, bispo indicado por Afonso XI de Castela, e dedicado a esse reino. Como sabemos, as intenções dos reis de Castela, do X ao XI, as  suas pretensões foram numa constância da posse e domínio do Algarve. Se é certo que o papa Inocêncio IV, em 1245, pelo Concílio de  Lyon (França), negociou com  Afonso, futuro III de Portugal, que se tornaria no conquistador do Algarve (1249) numa exigência em …

Ler Mais »

Origem do nome de São Bartolomeu de Messines

“ Todas as afirmações referentes a factos históricos merecem, por uma questão de honestidade intelectual, que sejam feitas, com alguma reserva, a não ser quando a fonte não oferece quaisquer dúvidas”. A explicação, que aqui proponho, para a origem do nome de São Bartolomeu de Messines, é feita nesse pressuposto. Este é um tema que me tem merecido um natural empenho e curiosidade, o de conhecer, um pouco mais, sobre as nossas origens, no que diz respeito ao nome da terra que nos viu nascer.   – Messines É consensual que a designação árabe para a nossa aldeia, à data …

Ler Mais »

Património monumental do concelho: quem o salva?

2018 foi consagrado pelo Parlamento Europeu como o “Ano Europeu do Património Cultural”. A iniciativa, com o lema «Património: onde o passado encontra o futuro», tem como objetivo desencadear um processo de mudanças efetivas no modo como usufruímos, protegemos e promovemos o património cultural. Afinal, este assume muitas e variadas formas, desde o natural (paisagens), o imaterial (práticas, representações), ao material (edifícios, monumentos, sítios arqueológicos, etc.). Imbuídos por este espírito, empreendemos uma viagem pelo património material de Silves. Note-se que o concelho é aquele que, de entre os 16 municípios do Algarve, apresenta maior número de monumentos classificados ou em …

Ler Mais »

Lançamento do 2º volume da obra “O Gharb al-Andalus”, de Garcia Domingues

O Centro de Estudos Luso-Árabes de Silves (CELAS) vai lançar o II Volume da obra “O Gharb al-Andalus – Textos de Garcia Domingues”, no dia 24 de novembro, às 17h30. A apresentação será feita por Adalberto Alves e decorre na sede do CELAS, na Casa da Cultura, em Silves (Largo da República). «José Domingos Garcia Domingues, um dos nossos mais notáveis arabistas da segunda metade do século XIX, deixou-nos uma preciosa herança e um inigualável legado sobre os mais diversos domínios da história, da cultura, da diplomacia, da geografia e das gentes do Gharb al-Andalus que, infelizmente, tem vindo a …

Ler Mais »