Home / Desporto / Volta ao Algarve passa pelo Concelho de Silves

Volta ao Algarve passa pelo Concelho de Silves

A 44ª Volta ao Algarve, que arranca em Albufeira, irá passar por várias freguesias do Concelho de Silves, nos dias 14 e 15 de fevereiro, no decorrer da 1ª e 2ª etapas da prova.

Mapa da 1ª etapa

A edição de 2018 da Volta ao Algarve começa no dia 14 de fevereiro, em Albufeira, e termina no dia 18, no alto do Malhão, em Loulé, depois de percorridos 773,5 quilómetros. A corrida terá cinco etapas mantendo-se o figurino de 2017: duas etapas para sprinters, duas chegadas em alto e um contrarrelógio individual.
As equipas serão apresentadas ao público na manhã do dia 14 de fevereiro, em Albufeira, cidade de onde parte, de seguida, a primeira etapa, rumo a Lagos. O percurso terá 192,6 quilómetros, essencialmente planos, sendo de esperar que a jornada termine com uma espetacular disputa ao sprint.

Mapa da 2ª etapa

A segunda etapa liga Sagres ao alto da Fóia, ao longo de 187,9 quilómetros, com a meta a coincidir com um prémio de montanha de primeira categoria. O ponto mais alto do Algarve será alcançado pela subida mais longa da Fóia, 15,2 quilómetros de escalada com 5 por cento de inclinação média. A fase mais exigente será a cerca de 7 quilómetros do fim, com cerca de um quilómetro em que as inclinações rondam os 10 por cento.
Lagoa será o epicentro da ação na terceira etapa, no dia 16, albergando a partida e a chegada do contrarrelógio individual de 20,3 quilómetros.
A etapa mais longa é a quarta, marcada para 17 de fevereiro. O pelotão vai partir de Almodôvar para chegar a Tavira, depois de percorridos 199,2 quilómetros.
A quinta etapa, no domingo, 18 de fevereiro, marca o regresso de Faro ao itinerário da competição. É da capital de distrito que vai partir a caravana para percorrer 173,5 quilómetros até ao alto do Malhão, concelho de Loulé, onde a meta coincide com um prémio de montanha de segunda categoria.

Equipas de topo
“Para esta prova estão pré-inscritos 175 corredores, entre os quais muitos nomes cimeiros do ciclismo mundial”, afirma a organização.
“O pelotão será formado por 13 equipas WorldTour, três continentais profissionais e pelas nove formações continentais portuguesas. Entre os corredores inscritos estão 19 corredores do top 80 mundial, dois deles do top 10, o polaco Michal Kwiatkowski (Team Sky), oitavo da hierarquia, e o belga Philippe Gilbert (Quick-Step Floors), décimo.
Para a edição de 2018 está inscrito o campeão da Europa de contrarrelógio, Victor Campenaerts (Lotto Soudal), assim como 15 campeões nacionais de fundo e de contrarrelógio de diferentes países.
«A lista provisória de inscritos é a garantia de mais uma edição de grande qualidade, protagonizada por corredores que são dos melhores especialistas mundiais em provas por etapas, chegadas ao sprint e contrarrelógios.
A luta pela camisola amarela será acesa, prevendo-se a participação de vencedores de seis das últimas sete edições: Richie Porte (BMC Racing Team), Tony Martin (Team Katusha Alpecin), Geraint Thomas e Michal Kwiatkowski (Team Sky).
A estes juntam-se outros homens completos, capazes de bater-se por qualquer posição no top 10 de uma corrida com as caraterísticas da Volta ao Algarve: Tejay van Garderen (BMC Racing Team), Bob Jungels (Quick-Step Floors), Louis Meintjes e Serge Pauwels (Team Dimension Data), Simon Spilak (Team Katusha Alpecin), Sam Oomen (Team Sunweb), Bauke Mollema (Trek-Segafredo) e Daniel Martin (UAE Team Emirates).
As duas etapas com chegada previsível ao sprint deverão ser também momentos de grande espectáculo, porque os velocistas inscritos são de qualidade. Além dos homens que vão bater-se pela geral, o pelotão vai contar com nomes de monta para disputar a terceira etapa, o contrarrelógio individual de 20,3 quilómetros, em Lagoa: Ignatas Konovalovas (FDJ), Stefan Küng (BMC Racing Team), Vasil Kiryienka (Team Sky), Matthias Brändle e Ryan Mullen (Trek-Segafredo), Victor Campenaerts (Lotto Soudal) e Yves Lampaert (Quick-Step Floors).
A Volta ao Algarve continua a ser uma oportunidade privilegiada para ver ao vivo alguns dos portugueses que representam equipas estrangeiras e que poderão também envolver-se na discussão da geral e das etapas. Os emigrantes convocados em 2018 são Nelson Oliveira e Nuno Bico (Movistar Team), José Gonçalves e Tiago Machado (Team Katusha Alpecin), Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo), Joaquim Silva e Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA).
O mediatismo crescente da Volta ao Algarve tem desafiado as equipas portuguesas a serem também protagonistas, pelo que se espera que uma preparação intensa de inverno possa render bons resultados aos nove coletivos lusos, que tentarão bater-se de igual para igual com as estrelas internacionais.»

Veja Também

Atividades desportivas para todos, em Armação de Pêra

Na Área Desportiva de Verão, localizada na Praia dos Pescadores, em Armação de Pêra, serão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *