Cristóvão Norte defende que hospitais do Algarve devem ser prioridade nacional

Na audição da Ministra da Saúde, que lugar no na Assembleia da República, no dia 11 de março, o deputado do PSD, Cristóvão Norte tomou a palavra para assinalar que “ depois de terem ficado de fora, os hospitais do Algarve fazem agora parte do plano de combate ao coronavírus. É importante, por isso, que se garantam as condições de atendimento na urgência, o isolamento adequado, pois sabe-se que esses hospitais são focos de infeções e que na urgência a abarrotar convivem doentes com patologias altamente infeciosas e esse perigo não devemos correr.”

Cristóvão Norte assinalou que “ o SNS no Algarve sofre uma hemorragia, a qual se agrava de dia para dia e que é marcada por listas de espera intoleráveis para consultas e cirurgias, perante a inação do Governo que nada faz, quando quem tem meios vai para o privado e quem não tem, desesperado e indefeso, tem que ficar à espera sem alternativa. Saúde adiada é saúde negada”, rematou, criticando o facto do Governo anunciar um investimento de 2, 8 milhões de euros quando se tinha comprometido em realizar 19 milhões em 3 anos- entre 2016 e 2019 – e apenas realizou 5,8 milhões.

O deputado considerou que as sondagens realizadas e que avaliam a saúde no Algarve, do ponto de vista da qualidade e do atendimento, bem como da oferta assistencial, 40 % abaixo da média nacional é um retrato de desespero dos utentes e que para que o problema crónico e estrutural tenha solução,” o Algarve tem que ser prioridade a nível nacional.”

Veja Também

Município de Silves lança desafio “Na Ponta da Língua”

O Município de Silves lançou desafio aos seus munícipes, desta feita dirigido a todos aqueles …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *