Home / Concelho / Concluído arruamento no Algoz

Concluído arruamento no Algoz

Encontra-se concluída a construção de arruamento no troço entre a Junta de Freguesia e o Jardim de Infância do Algoz, numa obra da responsabilidade da Câmara Municipal de Silves, que ascendeu a 231 mil euros.

A autarquia esclarece que a obra de requalificação urbanística da zona envolvente às escolas, incluiu a construção de nova conduta adutora de abastecimento de água, desativando-se a anterior que passava sob o edifício do Centro de Saúde.
A empreitada contemplou ainda a pavimentação do arruamento, a remodelação das redes de abastecimento de água e saneamento, construção de passeios e espaços verdes, colocação de sistema de rega, iluminação pública e telecomunicações e a inserção nas vias. Foi também colocado um ponto ecológico para a recolha de Resíduos Sólidos Urbanos.

O Município de Silves sublinha que “a construção do novo arruamento no Algoz é uma das obras significativas realizadas no concelho no domínio da requalificação urbanística, contribuindo para a melhoria dos níveis de bem-estar da população, das acessibilidades e da qualidade do centro urbano.”

Veja Também

Monumento homenageia mortos do Ultramar, em Silves

“Numa homenagem tardia mas justa”, foi inaugurado, em Silves, um Monumento de Homenagem aos Combatentes …

2 Comentários

  1. Obras para tapar os olhos a algo muito mais grave e que coloca em risco a saúde pública. Pois em frente ao mesmo Jardim de infância situa-se um prédio devoluto e por acabar à anos, totalmente aberto, onde as pessoas defecam e urinam, os sem abrigos passam a noite e tornou-se um local de passagem interior para as crianças. Isso sim, é um gravíssimo problema que a Câmara Municipal de silves finge não existir. Preocupação com os munícipes! Sério?

  2. Está muito bonito… Chega se ao fim da rua e está um prédio abandonado onde as pessoas entram para fazer cocó e xixi… Quanto é que o município gastava a entaipar o prédio? Uns 500euros? E colocar números nas portas? Tem alguma lógica um município que não concede numeração a prédios que estão habitados?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *