Home / Algarve / Maioria dos portugueses goza férias na praia e gasta à volta de 700 euros

Maioria dos portugueses goza férias na praia e gasta à volta de 700 euros

De acordo com o estudo do Instituto Português de Administração e Marketing (IPAM) sobre as principais características das férias dos portugueses, realizado em julho, conclui-se que a praia continua a ser muito valorizada pelos portugueses, nomeadamente para 61% dos inquiridos. Por outro lado, o verão permanece como a estação do ano preferida pelos portugueses para ir de férias, com 87% da população a confirmar que tira férias nos meses de julho, agosto e setembro.

No que diz respeito ao valor médio que os portugueses planeiam gastar nas férias de 2018, este é de 702€, ligeiramente inferior ao de 2017 (708€). No entanto, para 52% dos casos, este valor será igual ao do ano anterior. O estudo do IPAM apura ainda que 49% dos inquiridos pretende despender parcialmente o subsídio de férias e 36% não o quer fazer.

Foto de Hélio Ramos

Em relação à escolha de local onde passar as férias, 78% dos portugueses indica que sairá do local habitual de residência e os que respondem que não vão sair da área de residência nesta época alegam constrangimentos financeiros. O Algarve continua a ser o grande destino de férias (47%), seguido do Alentejo Litoral (32%) e do Norte Litoral (17%). Os restantes inquiridos dividem-se pelo interior (norte e Alentejo) e centro do país.

Na escolha do destino, a maioria prefere ficar em Portugal (54,8%), enquanto 25,8% opta por viajar para a Europa, 5% para África e 3% para América do Sul.

A pesquisa do local de férias, tipo de alojamento e destino de viagens é efetuada online por 67% dos inquiridos e o preço é um fator relevante para 24% da amostra do estudo.

No que diz respeito à diversidade de alojamento, os portugueses revelam ter conhecimento de uma enorme variedade e a preferência recai por hotéis (31%), alojamento local (22%) e aluguer temporário de casa (18%).

Ficha Técnica do Estudo

O Estudo foi realizado pelo IPAM – Porto, em julho de 2018, sob a coordenação da Professora Mafalda Ferreira, Doutorada em Psicologia Social pela Universidade de Cádiz. A análise teve lugar, entre os dias 12 de junho e 24 de julho de 2018, e contou com uma amostra de 470 indivíduos, maiores de 18 anos, com as seguintes características: 8,7% da amostra da classe social A, 34,8% da B, 15,3% da C1, 32,6% da classe C2 e 7,6% da classe D. Parte dos inquéritos (25%) foram administrados diretamente através de questionários e 75% foram realizados online.

Sobre o IPAM

Fundado em 1984, o IPAM é a mais antiga e a maior escola de Marketing em Portugal e uma das mais antigas em todo o mundo. Com Campus no Porto e em Lisboa, o IPAM formou nas últimas três décadas de atividade mais de 10.000 alunos e detém inúmeras parcerias com reputadas escolas nacionais e internacionais como a Pace University de Nova Iorque.

 

Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

Empresas fazem apresentação de produtos na 4ª Mostra da Laranja

Durante a tarde de dia 15 de fevereiro, a partir das 14h30, a 4.ª Mostra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *