Home / Concelho / A rotunda de Pêra (solução adequada?)

A rotunda de Pêra (solução adequada?)

Muito se tem escrito sobre as obras de requalificação da EN 125, que, em vários pontos se têm revelado incompreensíveis para quem utiliza esta estrada.
A construção da rotunda na entrada de Pêra é mais um exemplo de um trabalho cujos critérios não são para o utente perceber. Depois de tantos anos a reclamar a construção de uma rotunda, a população de Pêra viu finalmente desaparecer o complicado cruzamento para o Algoz, que tantos acidentes e dificuldades originou.
Mas a situação agora criada configura uma solução que muito dificilmente se poderá classificar como adequada.

Na situação nº1 – quem circula vindo de Alcantarilha e pretende entrar em Pêra no local do antigo cruzamento, encontra de facto um acesso, (que se vê na foto, à esquerda) com uma curva apertada. Mas não encontrando qualquer sinalização que o indique, o mais certo é que o automobilista continue em frente, até encontrar a indicação a dirigi-lo para a localidade. Aí, volta para trás e percorrendo alguns metros ei-lo de vez na rua principal de Pêra, frente à Junta de Freguesia. Nessa altura, talvez se aperceba que havia um acesso anterior e ficará a pensar porquê dois, sendo que um deles, o tal da curva apertada e não sinalizado é nitidamente perigoso?
Na situação nº 2- quem circula vindo do Algoz, ao chegar ao local do antigo cruzamento, depara-se com a via onde circulava simplesmente barrada, (como se vê na foto) sem nenhuma sinalização prévia. Um novo acesso apertado e sem qualquer sinalização ou placas de direção, leva à EN 125 e a algumas manobras para entrar na mesma.
Quem por ali passa fica a pensar. Seria tudo isto necessário, não bastaria a construção de uma pequena rotunda no local do cruzamento? Tantos anos à espera da obra, muitos milhares de euros gastos na expropriação de terrenos para a construção de uma grande rotunda… e os resultados ficam muito aquém do que seria expetável.

Veja Também

“O desafio do futuro é a qualidade” – Piscinas Municipais de Silves atingem níveis de excelência

A Escola Municipal de Natação foi distinguida pela Federação Portuguesa de Natação com a Certificação …

Um Comentário

  1. Pedro Mascarenhas

    Amiga Paula, não sendo eu engenheiro, mas um utilizador desta infraestrutura, só tenho que agradecer a quem promoveu a alteração desta, que peca pela demora , não imaginando se haveria outra solução. Já ouvi algumas soluções mas dessas dou eu conta que, com um papel e um lápis bem como com palavriado consegue-se projectar seja o que for, depois, a realidade será outra no terreno. No meu parco e limitado conhecimento, aquela rotunda foi desviada para jusante precisamente para dar espaço à circulação do movimento da época estival que se aproxima. Depois, há sempre as opiniões dos curiosos e entendidos teóricos de esquina que, para eles, haverá sempre algo que está mal. Mal e bem mal estava antes. Agora esta fenomenal. Se falta uma sinal a indicar a primeira saida para Pêra é colocar outra, porque já lá estevd uma. Cumprimentos amiga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *