Home / Sociedade / Cultura / Exposição “Homenagem ao mestre Samora Barros”

Exposição “Homenagem ao mestre Samora Barros”

Na Biblioteca Municipal de Silves encontra-se até ao dia 30 de setembro, patente ao público, a exposição “Homenagem ao mestre Samora Barros” por Maria Ana Dores Cabrita.

Esta mostra, organizada no âmbito da rubrica “Talentos na Comunidade”, dá a conhecer a figura deste importante pintor algarvio, que foi diretor e professor da Escola Industrial e Comercial de Silves, cidade onde viveu longos anos.

 Maria Ana Dores Cabrita
Natural e residente em Silves, Iniciou a sua atividade letiva como professora do ensino técnico, em 1959/60 na disciplina de Desenho. Posteriormente no ensino Básico, nas disciplinas de Trabalhos Manuais e Educação Visual e Tecnológica.
Membro da Direção das Escolas do Ensino Básico de Albufeira e de Lagoa.
Aposentou-se no ano de 1996 na Escola Básica de Silves.
Foi aluna de desenho do pintor José Ricardo Júdice Samora Barros, na Escola Comercial e Industrial de Silves.
Foi também aluna particular do referido pintor, tendo sido seu modelo (ver fotografia do quadro que esta na biografia), onde aprendeu várias técnicas de pintura.
Esteve inscrita no Instituto de Cultura de Portimão e, atualmente é associada da ASAP (Associação Sénior e Autodidática de Portimão), fazendo parte dos seus corpos gerentes.
Na ASAP tem frequentado algumas aulas de Pintura e de História da Arte.
Participa em exposições coletivas de pintura, em Portimão, no Edifício antigo Mercado Municipal (1998), na Junta de Freguesia (2008), e na Casa Manuel Teixeira Gomes (2014), estas duas ultimas organizadas pela ASAP.
Dedica-se à recriação de composições decorativas de estilizações, utilizando elementos da fauna, da flora e outros, alusivos ao Algarve. Participa na criação de um estilo artístico adquirido nas aulas das alunas do Professor Samora Barros, sendo que os elementos estilizados destas composições, podem ter aplicações em tapeçarias e azulejo.
Tendo em atenção os fortes laços de amizade que manteve com o pintor Samora Barros, do qual recolheu proveitosos ensinamentos, entende que esta exposição, deve constituir uma singela homenagem a este pintor, que foi diretor e professor da Escola Industrial e Comercial de Silves, onde tinha residência.
Nestas condições, tendo em atenção a dedicação e o gosto que, desde a infância, mantém pela pintura, a qual constitui uma componente da sua vida, aí esta a razão desta exposição “Percursos Estéticos de uma Vida”

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

No Dia Nacional do Mar alerta-se para a importância do destino dos resíduos

Milhões de toneladas de resíduos são introduzidas anualmente no mar e nos oceanos, sendo o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *