Home / Vida / Saúde & Bem Estar / Consultório DECO: É saudável cozinhar a vapor no micro-ondas?

Consultório DECO: É saudável cozinhar a vapor no micro-ondas?

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO
“Será que cozinhar a vapor no micro-ondas é tão prático e saudável como dizem?”
Cozinhar a vapor torna a comida mais nutritiva, os sabores mais intensos e os alimentos menos secos. Esta forma de confecção saudável está na moda e há acessórios que permitem acelerar o processo e preparar alimentos a vapor no micro-ondas, além das cestas para a panela tradicional ou das panelas eléctricas.
Os acessórios para cozinhar a vapor no micro-ondas são de plástico ou silicone e podem ter capacidade para uma ou várias pessoas. Os formatos variam entre o de cesto ou de tacho e muitos servem de marmita. O preço varia entre € 10 e 59 euros.
Alguns modelos trazem uma espécie de rede que permite cozinhar em dois níveis, por exemplo peixe e legumes ao mesmo tempo. Se o seu objectivo é cozinhar vários alimentos em simultâneo, esta é uma boa alternativa. Se apenas pretende cozinhar vegetais, um modelo com um nível de cozedura é o mais indicado.

Para os curiosos, temos um teste à medida. O objectivo é comparar os diversos acessórios e métodos de cozinhar a vapor no micro-ondas. Para participar, envie um e-mail para produtos@deco.proteste.pt e no assunto indique “vapor”.
O modo de preparação dos alimentos pode interferir de forma significativa na sua composição, quanto ao teor em vitaminas e minerais. Algumas destas substâncias perdem-se enquanto os alimentos aguardam pela confecção, outras dissolvem-se na água ou gordura em que são preparados. As altas temperaturas também podem ser nocivas para algumas vitaminas.

A cozedura clássica em água é a que leva à maior perda de vitamina C, seja qual for o legume preparado. A destruição é sempre superior a 30%, chegando a superar 40% na batata com pele. Na cozedura a vapor, os alimentos não entram em contacto directo com a água, o que ajuda a conservar mais sabor, e na preservação da textura e nutrientes.

Prefira legumes e fruta com aspecto mais vivo e firme. Em casa, lave-os em água corrente, sem os deixar de molho, evitando perda de vitaminas. Junte o sal no início da cozedura: os legumes perdem menos líquidos e nutrientes. Reduza o tempo de cozedura ao essencial.

Veja Também

Diagnóstico atempado podia evitar 60 por cento dos casos de perda de visão

Um estudo realizado pela Universidade Nova de Lisboa revela que dos mais de dois milhões de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *