Home / Concelho / “Dominado” o incêndio que levou o medo à cidade de Silves

“Dominado” o incêndio que levou o medo à cidade de Silves

Hoje, cerca das seis horas da manhã, foi considerado “dominado” o incêndio que deflagrara ontem, cerca das 21h20, no sítio do Almarjão e que progrediu até à cidade.
Este foi o segundo dos incêndios que ocorreram em Silves no dia de ontem, pois cerca das 19h30 tinha começado um outro fogo, na zona do Caniné, para o qual foram deslocados 18 operacionais e oito meios.

Fogo junto a Silves - Foto de Alexandra Santos
Fogo junto a Silves – Foto de Alexandra Santos

Cerca de uma hora depois da Proteção Civil anunciar que este último fogo estava controlado, surgiram as notícias do fogo no Almarjão. Este segundo fogo, empurrado pelo vento forte, dirigiu-se em direção à cidade de Silves criando momentos muito complicados. Por volta da uma da manhã, chegou-se até a equacionar a possibilidade de evacuar o Estabelecimento Prisional de Silves, quando o fogo se aproximou muito perto dessa zona e do Bairro Caixa d’Água.

Uma situação que fez lembrar a muitos silvenses os grandes fogos de 2003.
Mais de 100 bombeiros foram deslocados para este fogo e vários meios permanecem ainda no terreno.

De referir que um outro incêndio tinha ocorrido em Silves, na zona de Odelouca, no dia anterior ( 7 de setembro), tendo sido combatido por 20 homens, seis viaturas e um apoio aéreo.

Na convicção da maioria da população e de autoridades é que estamos perante fogos criminosos que, além da destruição, visam também a dispersão de meios. Como se sabe, as corporações de bombeiros do Algarve há vários dias que combatem o fogo em Monchique, que já alastrou ao concelho de Portimão, e estes incêndios noutros locais obrigam os bombeiros a dispersar os seus recursos, criando ainda mais dificuldades ao pessoal que já se encontra exausto.

Veja Também

Trânsito cortado na Rua da Sé e vários acessos condicionados, em Silves

A Câmara Municipal de Silves informa que o trânsito será cortado na Rua da Sé, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *