“Diálogos na região” discute a sustentabilidade dos sistemas alimentares locais

No âmbito da série Diálogos na Região: O que a Europa faz por mim, dedicados a divulgar os resultados da Política de coesão na Região do Algarve, irá realizar-se o 2º evento, a decorrer no dia 19 de novembro, pelas 15h, na plataforma zoom, com participação livre.

“A Sustentabilidade dos sistemas alimentares locais” será o tema deste 2ª diálogo, organizado pelo Europe Direct Algarve, CCDR Algarve e pela Associação In Loco. A moderação será da jornalista Susana Helena de Sousa em torno de 4 grandes questões :

1. Porque é que, em contexto de Pandemia, a necessidade da existência de Sistemas Alimentares Locais, vivos, participados e sustentáveis, adquiriu um renovado interesse por parte da comunidade?

2. Como podemos complementar e harmonizar as atuais respostas dos Sistemas Produtivos Globais e massificados com os Sistemas Alimentares Locais?

3. Na “Estratégia do Prado ao Prato” apresentada em 20 de maio de 2020, a Comissão Europeia (CE) pretende construir um sistema alimentar sustentável na União Europeia (UE) que salvaguarde a segurança alimentar e proteja as pessoas e o ambiente. Muitas pessoas vêm este objetivo com incredulidade e até desconfiança, face aos histórico da PAC. Como demonstrar que este é um objetivo concreto e real?

4. Quais os elementos-chave e os problemas críticos a ultrapassar para que os Sistemas Alimentares Locais sejam sustentável, tanto do ponto de vista económico como social e ambiental?

O evento pretende ser um espaço de diálogo entre decisores, peritos, organizações da sociedade civil e cidadãos em geral e assinala a Semana Europeia da Redução de Resíduos que se celebra este ano de 21 a 29 novembro.
Toda a informação sobre o evento será disponibilizada no evento de facebook. A participação é aberta e o link da sala virtual está já disponibilizado no mesmo link.

Veja Também

ACRAL diz que Governo não pode ignorar a recessão económica que se vive no Algarve

A Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) divulgou os dados de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *