Arquivos Tags: Paula Villares Pires

Formação de Públicos- “A compaixão e a educação são as únicas vacinas para a humanidade”

“A compaixão e a educação são as únicas vacinas para a humanidade” – Júlio Resende (pianista) Num mundo em que a vida, de todo o tipo, continua a ter tão pouco valor, é fundamental fazermos tudo para que as nossas crianças cresçam com o consumo de bens culturais e não apenas com o consumo de bens materiais. Nem todos temos a sorte de nascer em famílias de elite, onde os bons livros, a boa música, a História, a Arte e a Filosofia fazem parte da educação diária. Então, está nas nossas mãos, enquanto pais, avós e Escola e, como já …

Ler Mais »

PÁGINA ABERTA: Covid-19- Desconfinamento- Creches

Tarde de Maio amena, nuvens no céu, sombras que correm no chão ao sabor da brisa. Rodrigo Leão, Pasion, no leitor de CD. Sons harmoniosos, por vezes nostálgicos, por vezes fortes, por vezes doces, por vezes de um Amor total, um Amor profundo. Não podemos deixar de pensar no que já vivemos, no que já amámos, no quanto amamos e quem amamos. AMOR. TANTO que um ser humano pode Amar intensamente: uma flor, um animal, uma tarde, um som, uma voz, um toque, um cheiro, uma causa, um momento, um outro ser humano, outros seres humanos, a humanidade… Tantos poetas, …

Ler Mais »

PÁGINA ABERTA: Acordai!

ACORDAI ! Acordai Acordai Homens que dormis A embalar a dor Dos silêncios vis Vinde no clamor Das almas viris Arrancar a flor Que dorme na raíz Acordai Acordai Raios e tufões Que dormis no ar E nas multidões Vinde incendiar De astros e canções As pedras do mar O mundo e os corações Acordai Acendei De almas… Acordai, de Fernando Lopes Graça Nestes meses de confinamento, temos assistido a várias performances internéticas em que esta canção tem surgido como uma prece. Porquê? Tenho para mim que o Homem deseja, realmente, mudar, evoluir, ser melhor, mas não sabe como. Sente …

Ler Mais »

PÁGINA ABERTA: Avareza Cognitiva

“Avareza Cognitiva” Imagine, by John Lennon Imagine there’s no countries It isn’t hard to do Nothing to kill or die for And no religion, too Imagine all the people Living life in peace You, you may say I’m a dreamer But I’m not the only one I hope someday you will join us And the world will be as one Imagine no possessions I wonder if you can No need for greed or hunger A brotherhood of man . . . Escrevo este texto no dia seguinte a saber que, noutros países, profissionais de saúde e trabalhadores em supermercados estão …

Ler Mais »

PÁGINA ABERTA: Inventário

INVENTÁRIO “Inventário dum caminho – que estas mãos compreendem, que os olhos sublinham, legível aos pés. Supérfluo o vestuário, o homem respira – um tronco e a terra aberta em palma. Maciço e transparente, tudo o penetra e tudo se absorve e se transmite na ligeireza vasta. A resposta seria um sorriso – a simpatia de uma respiração fraterna. O rosto na amplitude – reconquista a sua dimensão generosa. Não há música, mas o que se vê é excessivo e ondula na imobilidade. Um galo canta do fundo do horizonte, à flor da terra, em nós mesmos.” Inventário, de António …

Ler Mais »

No Templo do Tempo, Um encontro entre a arte e a cultura

O espaço faz jus ao nome. Aqui sente-se a ideia de templo. E uma outra noção de tempo que se acentua na cadência das palavras do mentor deste local, António Villares Pires, escultor e pintor. O Templo do Tempo situa-se num dos antigos armazéns da CP, na Estação de Silves. Neste espaço arranjado e transformado, funciona, desde 2009, o “atelier / escola artística do escultor e pintor Villares Pires”. É também aqui que se tem desenvolvido, nos últimos anos, uma interessante programação cultural, orientada por sua mulher, a professora Paula Villares Pires. O armazém encontra-se dividido em dois espaços distintos, …

Ler Mais »