No 1º trimestre: Hóspedes, Dormidas e Proveitos aceleram acima da média no Algarve

No primeiro trimestre de 2024, o setor do alojamento turístico no Algarve registou 697 mil hóspedes (+7,9%), 2,6 milhões de dormidas (+8,2%) e 146,5 milhões de euros de proveitos totais (+16,9%), de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE). Estes indicadores da atividade turística regional mostram um crescimento superior à média nacional no mesmo período.

Comparando com o primeiro trimestre de 2023, o Algarve recebeu mais 50 mil hóspedes, contabilizou mais 200 mil dormidas e obteve mais 21 milhões de euros em proveitos.

Houve aumentos tanto nos hóspedes portugueses (+4%) como nos estrangeiros (+9,5%). As dormidas de residentes subiram 9,4% e as de não residentes cresceram 8%.

 

“O destino continua a crescer de forma sustentada fora da época alta. Destaco o crescimento expressivo nas dormidas de residentes, que aumentaram muito acima da média nacional e superaram os níveis de 2019”, assinala o presidente do Turismo do Algarve, André Gomes.

No primeiro trimestre, o Reino Unido liderou os mercados emissores de turistas para o Algarve, com 661 mil dormidas (+8%). Seguiram-se a Alemanha (+5,7%), Países Baixos (+3%), Irlanda (+36,3%), Espanha (+23,2%), Canadá (+15,9%) e EUA (+10,7%).

Aeroporto e Golfes em crescimento

Durante o mesmo período, o Aeroporto de Faro movimentou cerca de 1,2 milhões de passageiros (+7,5%). O Reino Unido foi o principal emissor, com 513,5 mil passageiros e um crescimento de 11,1% no trimestre. A Alemanha e os Países Baixos completam o pódio.

De acordo com a Associação Algarve Golfe, o destino registou 364 mil voltas de golfe (+3,2%) no primeiro trimestre de 2024, com todos os meses a apresentarem crescimento face ao ano anterior.

Fonte: Turismo do Algarve

Veja Também

Sessão de esclarecimento sobre a navegação nas grutas de Benagil

O Turismo do Algarve, o Município de Lagoa e a Associação Portuguesa de Empresas de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *