47ª edição da Volta ao Algarve, começa com duas etapas que passam pelo concelho de Silves

A 47ª edição da Volta ao Algarve está prestes a ir para a estrada, com alguns dos grandes nomes do ciclismo mundial. A prova vai disputar-se entre os dias 5 e 9 de maio e conta com 25 equipas inscritas. Nos primeiros dois dias, dias 5 e 6 de maio, no decorrer da 1ª e 2ª etapa, a Volta passa por várias freguesias do concelho, nomeadamente Silves, São Bartolomeu de Messines e São Marcos da Serra.

Cinco etapas, 25 equipas, 175 corredores e 775,8 quilómetros a percorrer entre Lagos e o Alto do Malhão, em Loulé. A edição deste ano da Volta ao Algarve viu a sua data ser adiada de fevereiro para maio, devido à pandemia de SARS-CoV-2, mas nem assim a corrida deixou de conseguir atrair o prestígio habitual.

A prova de categoria ProSeries contará com sete WorldTeams, sendo que três ocupam o top cinco do ranking mundial. São elas a Deceuninck Quick-Step, a INEOS Grenadiers e a UAE Team Emirates. Em competição estarão ainda a número seis do ranking, a alemã Bora-hansgrohe, a AG2R Citroën Team, a Groupama-FDJ e a Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux.

Além das equipas que integram o escalão mais elevado do ciclismo, a Volta ao Algarve vai ter presentes oito conjuntos ProTeam. As espanholas Burgos-BH, Caja Rural-Seguros RGA, Equipo Kern Pharma e Euskaltel-Euskadi, as francesas Delko e Team Arkéa-Samsic, a belga Bingoal Pauwels Sauces WB e ainda a americana Rally Cycling.

Para fechar o lote de equipas participantes estão as nove continentais do país, Antarte-Feirense, Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel, Efapel, Kelly-Simoldes-UDO, LA Alumínios-LA Sport, Louletano-Loulé Concelho, Rádio Popular-Boavista, Tavfer-Measindot-Mortágua e a W52-FC Porto.

ETAPA 1

A equipa continental Hagens Berman Axeon, que lançou os jovens talentos portugueses João Almeida, Rúben Guerreiro e os gémeos Ivo e Rui Oliveira também estará no Algarve com os dois portugueses que dela fazem parte, Diogo Barbosa e Pedro Andrade.

Uma das novidades deste ano será a etapa inicial da prova. Ao invés daquilo que temos visto nos anos anteriores, Lagos será o local de partida e Portimão apresenta-se como a cidade a receber o primeiro vencedor desta 47ª edição. Esta prevê-se que tenha chegada ao sprint, assim como a terceira etapa, com meta em Tavira, que promete grande emoção, dada a presença de alguns dos melhores sprinters do mundo.

A equipa Bora-hansgrohe traz o alemão Pascal Ackermann, que conta com 30 vitórias na carreira e ocupa o lugar 28 do ranking mundial. Já a Deceuninck-Quick Step vem com um conjunto puramente dedicado ao sprint, com Fabio Jakobsen, Davide Ballerini, Shane Archbold e Sam Bennett, o sprinter que mais venceu neste início de época e que soma 54 vitórias na carreira.

ETAPA 2

A corrida tem também, como já se tem verificado em anos anteriores, duas etapas com chegada em alto. A segunda etapa, que termina no Alto da Fóia, Monchique, e que tem sido decisiva na decisão da corrida. Foi o que aconteceu com Tadej Pogacar, em 2019, e Remco Evenepoel, em 2020. A última etapa, com chegada no Alto do Malhão vai consagrar o vencedor desta 47.ª edição da Volta ao Algarve. A prova contará ainda, no quarto dia, com o habitual contrarrelógio em Lagoa, que pode também fazer algumas diferenças para a classificação geral da prova.

Apesar de se prever uma corrida mais disputada, teremos alguns nomes que, logo à partida, prometem lutar pela classificação geral. É o caso do atual campeão nacional e campeão do mundo em 2013, Rui Costa (UAE Team Emirates) e do campeão dinamarquês, Kasper Asgreen (Deceuninck-Quick Step), e do alemão Lennard Kämna (Bora-Hansgrohe), que já venceu este ano na Volta à Catalunha. Além destes três, estarão ainda presentes Diego Rosa (Team Arkéa-Samsic), que já venceu a Settimana Internazionale Coppi e Bartali e discutiu já o top 10 de várias provas a nível mundial, José Manuel Diáz (Delko), vencedor da recente Volta à Turquia, e ainda Rémy Mertz (Bingoal Pauwels Sauces WB) e Élie Gesbert (Team Arkéa-Samsic), que discutiram a geral da Volta à Comunidade Valenciana.

Etapas

5/05/2021: Lagos – Portimão, 189,5 km – com passagem por Silves e Messines. – ver percursos e horários: etapa1-2021

6/05/2021: Sagres – Fóia, 192,8 km – com passagem por Silves, Messines e São Marcos da Serra- ver percursos e horários: etapa2-2021

7/05/2021: Faro – Tavira, 203,1 km

8/05/2021: Lagoa – Lagoa, 20,3 km

9/05/2021: Albufeira – Malhão, 170,1 km

 

Fonte: Organização da Volta ao Algarve

Veja Também

Boxe Inglês recomeça no Algoz

No âmbito do retorno das atividades desportivas do Sport Algoz e Benfica, recomeçaram as aulas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *