Home / Economia & Emprego / Economia / Município de Silves e RTA esclarecem sobre Linha de Apoio à Tesouraria dirigida a microempresas do sector turístico

Município de Silves e RTA esclarecem sobre Linha de Apoio à Tesouraria dirigida a microempresas do sector turístico

Numa iniciativa conjunta do Município de Silves e RTA, terá lugar no próximo dia 26 de maio, pelas 10h30, uma sessão/videoconferência, dirigida às Microempresas (até 9 trabalhadores) do sector do Turismo do concelho de Silves, sobre a Linha de Apoio à Tesouraria.

Segundo as informações divulgadas pela Câmara Municipal de Silves, a sessão será dividida em três partes: a primeira de abertura pela presidente da Câmara Municipal de Silves, Rosa Palma, e do presidente da RTA, João Fernandes; uma segunda com a Apresentação da linha de microcrédito (e referência a outras medidas de apoio disponíveis) pela vice-presidente da RTA, Fátima Catarina e uma terceira e última com um período de participação dos empresários, para questões sobre esta ou sobre outras medidas do seu interesse (como outras medidas de apoio, flexibilização fiscal e contributiva, lay off simplificado, etc.).

De forma sucinta, esta medida prevê:
» Apoio financeiro, destinado a Microempresas (até 9 trabalhadores) e Empresários em Nome Individual (ENI) do sector do Turismo
» Valor de €750 mensais por posto de trabalho existente na empresa a 29 de fevereiro de 2020, multiplicado pelo período de três meses, até ao montante máximo de €20.000.
» Inclusão dos sócios-gerentes nesta medida se a sua função for remunerada e constar na declaração de Remunerações entregue à Segurança Social.
» O financiamento assume natureza reembolsável sem juros e é reembolsado no prazo de três anos com um período de carência de 12 meses.

Estão abrangidas por esta medida microempresas que tenham CAE Turismo, nomeademente: alojamentos; parques de campismo e de caravanismo; restaurantes; estabelecimentos de bebidas; aluguer de veículos automóveis; agências de viagem, operadores turísticos, outros serviços de reservas; organização de feiras, congressos e outros eventos similares; atividades de parques de diversão e temáticos; atividades dos portos de recreio (marinas); organização de atividades de animação; outras atividades de diversão e recreativas.

Salienta-se que esta linha tem gerado uma forte adesão no Algarve (mais de 500 candidaturas), não acarretando juros, sendo, inclusivamente, mais ágil que as demais disponíveis no processamento dos aos pagamentos, uma vez que não recorre a instituições financeiras, atendendo a que é financiada diretamente pelo Turismo de Portugal.

A sessão irá decorrer através da plataforma ZOOM, devendo os interessados aceder ao link https://zoom.us/j/96689710379?pwd=ZitYK2dqNVlDamxYa0VMa0tiSGxIUT09 no dia e hora mencionados.

Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

97 por cento dos portugueses quer fazer férias em Portugal

Neste contexto de pandemia, 6% dos portugueses planeia ir de férias até agosto e 37% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *