Home / Sociedade / Política / BE quer saber por que razão a Escola Básica de Silves deixou de ser prioritária

BE quer saber por que razão a Escola Básica de Silves deixou de ser prioritária

Na sequência  da visita realizada pelo deputado do Bloco de Esquerda eleito pelo Algarve,  João Vasconcelos, à Escola EB 1 de Silves, onde teve oportunidade de reunir com a Associação de Pais e Encarregados de Educação, a que se juntou a vereadora da Educação  da Câmara Municipal de Silves, o mesmo questionou o Governo “querendo saber por que razão a Escola Básica n.º 1 de Silves saiu da lista dos investimentos prioritários e se há a intenção de voltar a colocar na referida lista.”

Segundo lembra o documento do BE, a “Escola Básica n.º 1 de Silves é constituída por 2 edifícios que datam de 1951. Um desses edifícios teve de ser encerrado e vedado à comunidade escolar, já que apresentava risco de colapso. Terá de ser construído um novo edifício, pois o existente não oferece condições para ser requalificado.

Com o encerramento do edifício foram deslocados cerca de 120 alunos (dos 3.º e 4.º anos de escolaridade) para a Escola EB 2, 3 de Silves, com os constrangimentos daí resultantes para o funcionamento da escola e, em especial, para os alunos. A Escola Básica do 2º e 3º ciclo de Silves, não tem claramente capacidade para acolher mais estas turmas, porém esta é uma situação que tem vindo a prolongar-se”.

Acrescenta o BE que no “ Quadro Comunitário de 2007/13 a Escola EB 1 encontrava-se na 1.ª prioridade (para a requalificação/construção), mas agora não consta na 1.ª e nem na 2.ª prioridade.” Uma saída para a qual os deputados não encontram razões.

Por não estar na lista de das escolas cujo financiamento é prioritário, a Câmara Municipal de Silves não avançou com a obra, por falta de verbas e insegurança quanto ao financiamento.” Assim, os deputados João Vasconcelos e Joana Mortágua, autores da pergunta ao Governo, querem saber será a posição que este irá tomar, em relação a este investimento. 

Veja Também

Feira Medieval de Silves propõe ao visitante a gastronomia da época na “Mesa Real”

Um banquete, no qual os participantes se sentirão “À Mesa Real”, é uma das propostas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *