Home / Economia & Emprego / Economia / Mulheres empreendedoras de Portugal e Espanha em encontro para impulsionar projetos

Mulheres empreendedoras de Portugal e Espanha em encontro para impulsionar projetos

A Fundação Tres Culturas Del Mediterráneo, fundada em Sevilha e dedicada há 20 anos ao enriquecimento socioeconómico transfronteiriço, realizou, no passado dia 17, o encontro empresarial B2B Juntas Somos Mais, “com o objetivo de impulsionar e internacionalizar projetos desenvolvidos por mulheres empreendedoras em Espanha e Portugal.”

O encontro, que teve lugar na cidade de Faro e que contou com uma duração de dois dias, integra-se no projeto INTREPIDA – Internacionalização das Mulheres Empresárias de Espanha e Portugal para a Inserção, Desenvolvimento e Alianças – visa potenciar a Cooperação Transfronteiriça entre os dois países.

Em nota de imprensa, a organização adianta que foram mais de 60 as empresárias de Espanha e Portugal, que estiveram reunidas  “para dar a conhecer os seus projetos, partilhar conhecimentos e detetar novas oportunidades de negócio, contando em simultâneo com formação a nível de competitividade, internacionalização e economia digital.”

As empresárias, responsáveis por PME’s localizadas no território transfronteiriço da Andaluzia, Algarve e Alentejo, uniram-se pela cooperação empresarial através do apoio da Fundação “Tres Culturas Del Mediterráneo”. Este encontro contou com o apoio local da Câmara Municipal de Faro, do Ninho de Empresas de Loulé – REGIOTIC, da Associação Empresarial da Região de Portalegre – NERPOR-AE, e do Núcleo Empresarial da Região de Évora-NERE.

A Fundação, através do seu projeto INTREPIDA, disponibiliza também às empresárias um guia digital que conta já com mais de 500 empresas inscritas e que se apresenta como uma ferramenta gratuita onde é possível registar as especificidades de cada projeto, serviço ou produto, de modo a cruzar necessidades com outras empresas, criando assim sinergias e potencializando novas oportunidades de negócio entre Espanha e Portugal.

Financiado pelo Programa INTERREG POCTEP Espanha e Portugal, aprovado pela União Europeia para o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, o projeto INTREPIDA desenvolve outras atividades como Fóruns de Trabalho, Visitas a Empresas e Sensibilização Pedagógica em empreendedorismo nas escolas.

Para José Manuel Cervera Gragera, Diretor da Fundación Tres Culturas, “estes encontros, realizados no âmbito do projeto INTREPIDA, espelham a importância da partilha de conhecimentos e de novos modelos de negócios transfronteiriços, evidenciando o elevado impacto do trabalho das empresárias para o desenvolvimento socioeconómico das regiões de Andaluzia, Algarve e Alentejo”.

Rogério Bacalhau, Presidente da Câmara Municipal de Faro, considera que “são cada vez mais evidentes, para algarvios e andaluzes, os benefícios de uma cooperação sustentável e efetiva e da prática de relações económicas de vizinhança e proximidade. As nossas comunidades estão destinadas a crescerem juntas, tão fortes e sinceros são os laços que as unem: geográficos, culturais, históricos, económicos e outros. Sermos chamados a apoiar esta iniciativa, que coloca em destaque o potencial realizador do nosso tecido empresarial, no feminino, é motivador e verdadeiramente estimulante.”

A Fundação Tres Culturas Del Mediterráneo, para o projeto INTREPIDA, conta também com a colaboração da Fundación Universidad Empresa de la Provincia de Cádiz (FUECA) e Diputación de Huelva, na qualidade de parceiros oficiais.

Sobre a Fundação “Tres Culturas Del Mediterráneo”

Fundación Tres Culturas Del Mediterráneo, com sede em Sevilha, Espanha, é uma instituição internacional sem fins lucrativos que atua desde 1998 a nível Euro-Mediterrâneo, através de diferentes linhas de ação e de múltiplas iniciativas. A Fundação pretende criar uma maior proximidade e respeito entre cidadãos e instituições apostando na diversidade como um princípio basilar. As suas iniciativas contribuem para um maior enriquecimento socioeconómico através da promoção de projetos relacionados com cultura, geopolítica, empreendedorismo, educação e participação ativa dos cidadãos.

 

Veja Também

“O Café dos Caçadores” de Messines, em destaque na Revista do Expresso

“As aparências iludem… O Café dos Caçadores atrai os que farejam a boa cozinha, sem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *