Home / Sociedade / História & Património / Percurso “A arte do latoeiro”, em Messines

Percurso “A arte do latoeiro”, em Messines

Começa no Museu do Traje, à entrada da vila de São Bartolomeu de Messines, segue em direção ao centro histórico, serpenteia nas “ruas de cima” e termina no Largo João de Deus, na casa onde nasceu o poeta/pedagogo.
Este é o traçado do Percurso “A Arte do Latoeiro” que nos leva a descobrir, suspensas em vários edifícios da vila, as peças de latoaria que foram efetuadas pelos artesãos que frequentaram o curso de latoaria que decorreu em São Bartolomeu de Messines, com o propósito de reativar uma arte e ofício que se encontrava praticamente extinta no Algarve.

Na inauguração, a presidente da Câmara, Rosa Palma, o presidente da Junta de Messines, João Carlos Correia e o responsável da Proactivetur, João Ministro

No dia 24 de agosto, foi inaugurado o percurso que presta também uma homenagem ao último latoeiro de Messines, Raul Nascimento, que doou à Câmara Municipal de Silves as ferramentas e maquinaria usadas no seu ofício durante 40 anos, e com as quais se formou o grupo de novos latoeiros.

À porta da oficina do “senhor Raul”, Alexandra Santos, a coordenadora do projeto, e Carlos Branco, filho do último latoeiro de Messines, com familiares

Numa primeira fase, a formação decorreu de março a dezembro de 2017, tendo dado origem a quatro novos latoeiros, que têm agora estado a reforçar os conhecimentos e a prática, através do ensino, com um mestre, numa oficina instalada na casa onde nasceu João de Deus, propriedade da Câmara Municipal de Silves.
O objetivo desta formação é o de recuperar a arte da latoaria, que no passado estava presente em muitos objetos do quotidiano, como as almotolias para servir o azeite, cântaros e potes, baldes e regadores, candeias e lamparinas, mas também de capacitar os novos latoeiros para a conceção e construção de novas peças, reinventadas.

O grupo Flores do Campo animou o desfile que saiu do Museu do Traje
A classe de ginástica da Casa do Povo de Messines, presente em muitos dos pontos do percurso

As ruas que compõem o percurso pedestre, de pouco mais do que um quilómetro, são: Rua do Arco, Travessa do Norte, Rua do Penedo, Rua de Cima, Largo João de Deus, Rua da Fábrica, Rua do Forno, Rua da Igreja.
Recorde-se que todo este trabalho de recuperação da arte de latoaria em São Bartolomeu de Messines, é promovido pela Proactivetur, no âmbito do Projeto TASA, em parceria com a Junta de Freguesia de São Bartolomeu de Messines e Câmara Municipal de Silves, com o apoio do “Programa Tradições” da EDP.

Almotolia dos Ventos

Veja Também

Manuel Neto dos Santos apresenta novo livro em Alcantarilha

Manuel Neto dos Santos, poeta, natural de Alcantarilha, apresenta no dia 20 de janeiro, na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *