Home / Algarve / Autarcas algarvios unânimes a condenar a prospeção de petróleo no Algarve

Autarcas algarvios unânimes a condenar a prospeção de petróleo no Algarve

A Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) esteve reunida simbolicamente em Aljezur, numa reunião que terminou com a condenação unânime dos autarcas do Algarve dos projetos de prospeção de petróleo na costa algarvia.

“Escolher Aljezur para realizar a reunião mensal do Conselho Intermunicipal, órgão que reúne os 16 municípios algarvios, é simbólico e pretende reforçar a união dos autarcas algarvios, que, em uníssono, dizem NÃO à prospeção de petróleo, defendendo as populações e o desenvolvimento económico, social e ambiental da região”, afirma a AMAL, em comunicado.

No mesmo se lembra que a AMAL, “desde a primeira hora foi e sempre será frontalmente contra um projeto que atenta contra os interesses dos algarvios e de todo o território nacional. O desenvolvimento ambientalmente comprometido e sustentado do Algarve não rima com petróleo e as legítimas aspirações dos algarvios não podem estar reféns de um projeto que ameaça seriamente e perigosamente a região”.
Razões para a AMAL discordar da “incompreensível decisão da Agência Portuguesa do Ambiente de dispensar a Eni-GALP da Avaliação de Impacto Ambiental antes da autorização da realização da prospeção”.
“O clamor de toda uma região é um sinal claro da convergência de vontades e de objetivos que forçosamente deverá ser ouvido pelos decisores políticos sob pena de se colocar em risco a viabilidade futura do Turismo, único sector económico que é garante seguro da vida de muitos milhares de famílias e de empresas”.

A AMAL sublinha ainda a necessidade de adaptar políticas e escolhas às já bem visíveis alterações climáticas, defendendo que “o Algarve não pode remar contra esta maré e comprometer o desenvolvimento de um território que tem tudo para ser um bom exemplo e gerador de soluções de futuro.”

Os autarcas algarvios destacam e elogiam o trabalho desenvolvido pelas várias associações em defesa do ambiente e da economia regional e saúdam “todas as vozes que, também desde a primeira hora, se têm manifestado contra a prospeção e a exploração de petróleo no Algarve”.

Veja Também

1ª Feira de Artesanato do Sport Algoz e Benfica

A 1ª Feira de Artesanato do Sport Algoz e Benfica irá decorrer nos dias 22 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *