Home / Sociedade / Educação / Projeto Yorn Inspiring Future na Escola Secundária de Silves

Projeto Yorn Inspiring Future na Escola Secundária de Silves

O projeto Yorn Inspiring Future, cujo objetivo é informar os jovens alunos do secundário sobre os diversos caminhos que podem seguir quando terminarem o 12º ano, vai estar na próxima semana no Algarve, incluindo na Escola Secundária de Silves, no dia 27 de novembro.
Este projeto surgiu por iniciativa da Associação Inspirar o Futuro que considera que “apesar de estarmos numa época em que o acesso à informação parece fácil, a verdade é que nem sempre o é, e por isso os jovens têm dificuldade em definir o próximo passo”.
Assim, de 27 a 29 de novembro, esta iniciativa irá percorrer cinco escolas secundárias da região, oferecendo a cerca de 1.700 alunos do 12º ano, acesso a “workshops de desenvolvimento de competências, sobre tomada de decisão, proatividade e preparação para o mercado de trabalho”, e a oportunidade de “assistir a apresentações de 28 instituições de ensino superior, nacionais e internacionais (Universidade do Algarve, Évora, Lisboa e Nova de Lisboa e Universidade Católica Portuguesa).”
Segundo a organização, o projeto Yorn Inspiring Future “já envolveu mais de 100.000 jovens do 12º ano desde o início, em 2013, e promete continuar a aumentar o seu impacto social, ano após ano, com a expansão e crescimento do projeto”.

Sobre o projeto Yorn Inspiring Future
«A Associação Inspirar o Futuro tem como objetivo dar apoio aos jovens portugueses, com especial foco nas suas fases de transição, para que estes consigam planear de forma consciente o seu projeto de carreira e de vida, alcançando assim o seu máximo potencial.
O Yorn Inspiring Future tem-se mostrado uma aposta consecutiva das escolas secundárias no apoio aos respetivos alunos na transição pós-secundário. Tendo começado com apenas 50 escolas na sua primeira edição em 2013/2014, o projeto cresceu exponencialmente nos últimos anos, tendo abrangido todo o território continental no passado ano letivo, estando presente em 250 escolas secundárias.
Com a ambição de crescer todos os anos, inclui, pela primeira vez neste ano letivo, a Região Autónoma da Madeira.
Em 2017 este projeto foi apoiado pelo instrumento de financiamento “Parcerias para o Impacto” atribuído pela iniciativa Portugal Inovação Social, através de um financiamento europeu mobilizado pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, no âmbito do Portugal 2020, demonstrando assim a relevância do impacto social que resulta desta intervenção.»

Veja Também

Segurança Social em Messines, sem condições, afirma o PCP

O deputado do PCP, Paulo Sá, questionou recentemente o Governo sobre as deficientes condições de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *