Home / Sociedade / Ambiente & Ciência / Tubarão “fóssil vivo” capturado no Algarve

Tubarão “fóssil vivo” capturado no Algarve

Um tubarão com características pouco comuns, que é considerado um autêntico “fóssil vivo” foi capturado na costa algarvia.
O caso foi agora revelado pelo IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera) que conta que esta captura aconteceu no passado mês de agosto, na costa algarvia, por um arrastão comercial e foi registada por investigadores daquela entidade e do CCMAR que se encontravam a bordo, no âmbito do projeto MINOUW – ‘Iniciativa para a minimização de capturas das capturas indesejadas nas pescarias europeias’.

Tubarão-cobra
Uma dentição pouco comum

O tubarão capturado aos 700 metros de profundidade é um «macho da espécie tubarão-cobra (nome latino, Chlamydoselachus anguineus), com cerca de 1,5 metros. Este tubarão, um verdadeiro ‘fóssil vivo’, possui um corpo longo e esguio e uma cabeça que lembra a de uma cobra. Apresenta também uma dentição muito particular, sendo a sua biologia e ecologia pouco conhecidas.

Não obstante ter uma vasta distribuição geográfica, ao longo de todo o atlântico, desde a costa norueguesa, passando por águas escocesas, da Galiza, Açores, Madeira e Canárias, descendo a costa africana até ao Índico, atingindo, ainda, o Japão, Austrália e Nova Zelândia, não é muito frequentemente capturado devido às profundidades a que vive».

Veja Também

Festa religiosa em Armação de Pêra

Em Armação de Pêra irá decorrer a Festa em Honra da Nossa Senhora dos Aflitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *