Home / Sociedade / Cultura / Marta Jacinto, “Martolita”, expõe em Silves

Marta Jacinto, “Martolita”, expõe em Silves

Uma exposição de ilustração infantil “Coisas à solta no papel”, de Marta Jacinto estará na Biblioteca Municipal de Silves até ao dia 10 de fevereiro, no âmbito da rubrica “Talentos na Comunidade”. 

Através desta exposição, a ilustradora, mais conhecida por Martolita, apresentará a miúdos e graúdos uma pequena amostra de alguns dos personagens, bicholitos, monstrolitos e coisas “assim assim”, que habitam em si. Para ela, partilhar o seu mundo com pequenos e grandes leitores é passar para o papel um imaginário em interação com o outro, o qual tem resultado num trabalho regular com várias publicações de grande criatividade no panorama nacional da ilustração.

Promover a criatividade e o talento dos residentes no concelho de Silves, contribuir para a educação estética de várias gerações de leitores e vivenciar a Biblioteca Municipal de Silves enquanto largo da comunidade e espaço de celebração coletiva são alguns dos principais objetivos da rúbrica “Talentos na Comunidade”.

A entrada é livre.

 

Marta Jacinto, mais conhecida entre os seus amigos e no mundo da ilustração como Martolita, nasceu e reside em São Bartolomeu de Messines.

É arquiteta de formação e ilustradora por vocação, um talento que revela desde tenra idade. O desenho tem sido sempre a sua forma de expressão favorita, tendo frequentado, durante o ensino secundário, o curso da dominante de artes. Foi durante esse período que descobriu e experimentou novas técnicas que viriam a influenciar o seu percurso artístico. Começou, então, a fazer as suas primeiras exposições.

Em 2008, iniciou-se no mundo da ilustração de livros infantis. Atualmente, e em paralelo com a sua atividade de arquiteta, desenvolve trabalho na área das artes plásticas e na ilustração, com especial destaque em livros infantis.

Veja Também

Silves participa no Congresso Internacional de Cidades Educadoras

O Município de Silves encontra-se a participar no XV Congresso Internacional de Cidades Educadoras que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *