Home / Vida / Pessoas / Demi Goede representa o Município de Silves no Concurso “Rainha das Vindimas 2016”

Demi Goede representa o Município de Silves no Concurso “Rainha das Vindimas 2016”

Demi Cheyen Goede é a jovem que irá representar o Município de Silves  no concurso “Rainha das Vindimas”, cuja Gala terá lugar no próximo sábado, dia 10 de setembro, pelas 21h30, no Centro de Congressos do Arade, no Parchal.

Demi Goede, de 18 anos, é aluna do 12º ano de Artes, na Escola Secundária de Silves. De origem holandesa, esta jovem reside na freguesia de S.Bartolomeu de  Messines e foi eleita “Miss Escola Secundária de Silves” na última edição deste concurso.  Praticante de desporto, nomeadamente de voleibol, é uma excelente aluna, que gosta de partilhar as atividades com os amigos e tem uma particular paixão por viajar.

Demi Goede
Demi Goede

«Eu encaro este concurso como uma nova aprendizagem e uma experiência que me poderão permitir aprofundar boas qualidades», diz Demi a propósito da sua participação no Concurso “Rainha das Vindimas”, como representante do concelho de Silves. E acrescenta: «Participar vai-me ajudar no meu percurso da vida e sei que este concurso pode-me abrir novos caminhos para novas coisas».

Demi será uma de 16 candidatas, que ao longo de três dias participarão em sessões fotográficas, visitas guiadas e receções oficiais, que culminarão na Gala de eleição da nova Rainha das Vindimas portuguesa.

Na Gala, Demi fará vários desfiles, quer com trajes comuns às outras candidatas, quer com trajos próprios, nomeadamente um vestido de noite e um traje tradicional, cedido para o efeito, pelo Rancho Folclórico de  Messines. Este era um traje Domingueiro e cópia fiel de um original utilizado entre os finais do séc. XIX e princípios de séc. XX. O lenço que integra a indumentária é um lenço de lã bordado a fio de seda e era utilizado apenas em dias de festa (casamentos ou idas à missa). É importante salientar que este tipo de lenço na cor branca era apenas utilizado por raparigas solteiras ou recém-casadas. Mais, estes trajes entram na tipologia da roupa usada no dia do casamento, já que, em tempos difíceis, muitas raparigas aproveitavam o seu traje de boda como traje domingueiro. Curiosamente, os vestidos usados pelas noivas assumiam diversas colorações nesta região: a cor de grão, o amarelo, o verde, o azul, o cinza e no caso da rapariga se encontrar de luto, as cores utilizadas seriam o cinza ou o lilás.

Esta é a primeira participação do Município de Silves neste Concurso, participação esta que é mais uma aposta na promoção dos “Vinhos de Silves”, marca própria da autarquia. Este evento é promovido pela Associação dos Municípios Portugueses do Vingo (AMPV) de que Silves faz parte, e o Município de Lagoa, que este ano é a “Cidade do Vinho”.

Veja Também

Mural de reconhecimento aos Bombeiros de Silves

Um enorme mural pintado na Casa-Escola dos Bombeiros Voluntários de Silves presta homenagem “aos Bombeiros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *