Preço das casas no Algarve subiu 2,1% no primeiro trimestre

Os preços das casas no Algarve apresentaram uma subida de 2,1% no primeiro trimestre do ano. Segundo o índice de preços do idealista, comprar casa tinha um custo de 3.321 euros por metro quadrado (euros/m2) no final do mês de março, tendo em conta o valor mediano. Já em relação à variação mensal e anual, os preços subiram 0,5% e 7,7%, respetivamente.

 Os preços na região apresentaram uma subida no primeiro trimestre do ano nos municípios de São Brás de Alportel (4,3%), Tavira (4,2%), Vila Real de Santo António (3,3%), Olhão (3,2%), Aljezur (3,1%), Vila do Bispo (2,8%), Monchique (2,3%), Lagoa (2%), Silves (1,9%), Loulé (1,4%), Lagos (1,2%), Albufeira (1%), Faro (1%) e Portimão (0,9%).

O município mais caro para comprar casa é Loulé (4.010 euros/m2), seguido por Vila do Bispo (3.830 euros/m2) e Lagos (3.803 euros/m2). Seguem-se Aljezur (3.551 euros/m2), Lagoa (3.381 euros/m2), Albufeira (3.355 euros/m2), Tavira (3.138 euros/m2), Faro (2.926 euros/m2), e Vila Real de Santo António (2.849 euros/m2).

Em contrapartida, os mais económicos são Monchique (2.289 euros/m2), São Brás de Alportel (2.510 euros/m2), Portimão (2.583 euros/m2), Silves (2.809 euros/m2) e Olhão (2.820 euros/m2).

A nível nacional, o preço da habitação subiu 1,9% no primeiro trimestre, situando-se em 2.610 euros/m2.

 Regiões

Durante o primeiro trimestre de 2024, os preços das casas apenas desceram no Alentejo (-1,5%). Por outro lado, os preços subiram na Região Autónoma da Madeira (2,7%), seguida pelo Norte (2,6%), Área Metropolitana de Lisboa (2,6%), Centro (2,3%) e Algarve (2,1%). Na Região Autónoma dos Açores (0,3%) os preços menos mantiveram-se estáveis durante este período.

A Área Metropolitana de Lisboa, com 3.632 euros/m2, continua a ser a região mais cara para adquirir habitação, seguida pelo Algarve (3.321 euros/m2), Região Autónoma da Madeira (2.954 euros/m2) e Norte (2.159 euros/m2). Do lado oposto da tabela encontram-se o Centro (1.431 euros/m2), a Região Autónoma dos Açores (1.443 euros/m2) e o Alentejo (1.502 euros/m2) que são as regiões mais baratas para comprar casa.

Índice de preços imobiliários do idealista

Para a realização do índice de preços imobiliários do idealista, são analisados ​​os preços de oferta (com base nos metros quadrados construídos) publicados pelos anunciantes do idealista. São eliminados da estatística anúncios atípicos e com preços fora de mercado.

Incluímos ainda a tipologia “moradias unifamiliares” e descartamos todos os anúncios que se encontram na nossa base de dados e que estão há algum tempo sem qualquer tipo de interação pelos utilizadores. O resultado final é obtido através da mediana de todos os anúncios válidos de cada mercado.

O relatório completo encontra-se em:

https://www.idealista.pt/media/relatorios-preco-habitacao/venda/

Veja Também

Município de Silves vai investir 13 milhões em habitação e procura imóveis

O Município de Silves anunciou a aprovação de uma nova Estratégia Local de Habitação, no …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *