Maioridade

O nosso Terra Ruiva comemora este mês 21 anos. Esta era, antigamente, a idade em que se atingia a maioridade, e o nosso Jornal também é já Maior. Maior na partilha de saberes, conhecimentos, opiniões. Maior na sua especificidade e na forma como integra os contributos e preocupações sobre o território e as gentes do seu concelho. Num espírito de cidadania ativa, assim se construiu, ao longo de 21 anos, um jornal de referência no panorama da imprensa regional e nacional, prestando um serviço fundamental aos cidadãos. Cada colaborador dá um pouco de si, para um objetivo comum de manter viva esta forma diferente de fazer informação.

Este é também mês de celebração da Liberdade, mês de Abril. Terá a nossa revolução atingido também a sua maioridade? Teremos nós cidadãos assumido a responsabilidade de cidadania que a nossa maioridade implica?

“Quando tiveres idade para decidir, logo fazes…” Esta é uma frase que a maioria ouviu na adolescência, sempre à espera dos 18 anos para poder fazer o que lhe apetecesse sem ter de dar justificações, à espera de poder decidir, de poder fazer escolhas de forma autónoma e independente. Mais tarde, já adultos, muitos também ouviram “já tens idade para…”, deixando claro que se espera determinado tipo de comportamento ou respostas. Sente-se o peso e a importância da responsabilidade dessa autonomia. A declaração da maioridade aos 18 foi decretada pela sociedade, há pouco mais de 40 anos, e com essa idade vieram novos direitos e deveres de cidadania.

Também com a revolução de Abril vieram novos direitos e deveres, o direito a ser livre, o dever de participar nos destinos das nossas regiões, do nosso país, de não esquecermos o preço que as gerações mais velhas pagaram para hoje vivermos em liberdade. Aos 18 anos conquistamos e direito de voto, direito este só muito tarde conseguido em eleições livres. Saibamos por isso mesmo exercê-lo e defendê-lo.

A maioridade é mais do que uma norma social, que é estabelecida por configuração cultural ou histórica. A maioridade não implica forçosamente a aquisição de maturidade pessoal. Esta implica o assumir de novas responsabilidades, pelas quais respondemos diretamente, implica uma integração das experiências de vida, do sentido de direito e dever, de julgamento moral, de análise e sentido crítico e autocritico. A inteligência não é também sinónimo de maturidade. Entre os 16 e os 20 anos, o corpo humano passa por transformações que influenciam a nossa maneira de agir. A trajetória de desenvolvimento cerebral é um processo intrincado, influenciado por fatores genéticos e ambientais. O amadurecimento do cérebro só se completa na vida adulta, após os 20 anos de idade.

Como dizia Shakespeare “Aprendi que maturidade tem mais a ver com o tipo de experiências que se teve e o que a pessoa aprendeu com elas do que com o número de aniversários que o sujeito celebrou.”

Efetivamente, define-se maturidade pelo conjunto de experiências que possibilitam a aquisição de conhecimentos, a sua reflexão acerca dos mesmos e a aprendizagem. São essas experiências que encorajam as defesas emocionais, uma maior capacidade para pensar, para medir as consequências dos nossos atos e para, de certa forma, prever o que pode acontecer quando se faz algo.

 

Que o nosso Jornal continue a aprender com as experiências acumuladas e a construir uma resposta de qualidade no panorama da imprensa regional e nacional. Que os atuais e novos colaboradores continuem a partilhar os seus saberes, a discutir ideias, a contribuir e a participar na vida local.

Que as experiências do passado nos ensinem a construir um cada vez melhor futuro, não esquecendo que facilmente se pode perder o que tanto custou a conquistar. Como alguém dizia “Quando se adormece em democracia, pode-se acordar em ditadura”. Por isso é tão importante celebrar a revolução de Abril.

“Idade é um número. Maturidade são atitudes.”

Veja Também

Câmara de Silves abre inscrições para casais que celebrem as duas Bodas de Ouro

A Câmara Municipal de Silves  pretende voltar a homenagear os casais que celebram as suas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *