Museus, Palácios e Monumentos Nacionais com Descontos de Verão

Arranca, na próxima segunda-feira, dia 27 de julho, um novo programa de descontos no acesso a museus, palácios, monumentos e sítios arqueológicos nacionais.

Com 17 itinerários diferentes, que agrupam circuitos de visita ao património cultural por região ou por tema – este programa prevê descontos para indivíduos de 25% e para agregados familiares (que podem ir até 10 pessoas, com ascendentes e descendentes) de 45% sobre o preço original dos bilhetes.

A Fortaleza de Sagres, a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe e as Ruínas Romanas de Milreu, monumentos na alçada da Direção Regional de Cultural do Algarve, integram três itinerários: Região Algarve, Alentejo – Algarve e Arqueologia.

Os visitantes têm 7 dias para usufruir do bilhete e visitar os diversos museus, palácios e monumentos incluídos nos itinerários, bastando dirigir-se a um dos sítios para adquirir o respetivo bilhete-circuito.

Nas palavras de Ângela Ferreira, secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, “trata-se de uma iniciativa que pretende fomentar a participação cultural dos portugueses em todo o território nacional, aproveitando um período em que as famílias procuram opções de lazer e cultura para as suas férias. Portugal é rico em coleções únicas e patrimónios relevantes, de âmbito nacional e internacional, alguns dos quais classificados pela UNESCO, cujo acesso o Governo pretende incentivar a todos os cidadãos”.

Resultante de um protoloco assinado entre a Direção Geral do Património Cultural (DGPC) e as Direções Regionais de Cultura (DRC), este programa permite visitar, com condições especiais, até ao final de setembro de 2020, todos os monumentos e museus sob a dependência destas entidades, num total de mais de 60 em todo o país – estando asseguradas as medidas de proteção e segurança dos visitantes.

São exemplos dos 17 itinerários disponíveis um dedicado a Conventos e Mosteiros, outro dedicado ao Património da Unesco, outro ainda à Arqueologia e diversos organizados por regiões ou locais, como o caso do Eixo Ajuda-Belém, que inclui o Palácio Nacional da Ajuda, o Mosteiro dos Jerónimos, o Museu Nacional dos Coches, o Museu Nacional de Arqueologia, a Torre de Belém, o Museu de Arte Popular e o Museu de Etnologia Popular, pelo valor individual de 28 euros e familiar de 55 euros.

A lista completa dos itinerários e sítios de património incluídos em cada um, bem como respetivos preços promocionais praticados ao abrigo deste programa, estão disponíveis aqui: https://www.culturaportugal.gov.pt/pt/saber/2020/07/museus-palacios-e-monumentos-nacionais-descontos-de-verao/

Veja Também

Em defesa do suplemento de insalubridade, PCP promove ações com trabalhadores

No dia 21 de setembro, o PCP promove uma ação junto dos trabalhadores de várias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *