Home / Vida / Pessoas / Abertas as inscrições para a 2ª fase das Férias Super Fixe – Verão 2018

Abertas as inscrições para a 2ª fase das Férias Super Fixe – Verão 2018

As inscrições para o programa “Férias Super Fixe – Verão 2018” (2.ª quinzena do programa, que decorrerá de 16 a 27 de julho) abriram hoje (dia 21) e decorrem até ao dia 1 de julho.

A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Silves (CMS), é dirigida a crianças e jovens residentes no concelho, entre os 6 e os 12 anos de idade e irá decorrer durante o mês de julho.

“Piscinas, praia, workshop’s, cinema, visitas a parques aquáticos e atividades desportivas coletivas e individuais são algumas das atividades propostas para estas férias de verão.

Criar a oportunidade das crianças experimentarem um conjunto de modalidades desportivas e atividades de âmbito sociocultural, sensibilizando-os para a continuidade da sua prática e para a transmissão de valores coincidentes com uma forma de vida saudável e, simultaneamente, promover a formação integral dos mais novos, reforçar os laços de amizade e de intercâmbio, o conhecimento do meio e da realidade, fomentar a cooperação e o trabalho de equipa; e colmatar a crescente necessidade dos pais e encarregados de educação em arranjar contextos de ocupação adequados, para a frequência dos seus educandos, durante a interrupção das atividades escolares, são alguns dos objetivos das Férias Super Fixe – Verão 2018”, informa a autarquia.

As inscrições são limitadas a 129 participantes por cada quinzena e têm um custo associado de 65 euros, devendo efetuar online no portal da CMS – www.cm-silves.pt, e cada participante só poderá fazer a sua inscrição numa quinzena.

No decorrer do programa, a CMS assegura o transporte, almoço, 2 t-shirt’s, seguro e o acompanhamento das crianças e jovens por técnicos e monitores qualificados para as diversas atividades, que decorrem entre as 09h00 e as 17h00.

Mais informações através dos contactos: telefone 282 440 270 | email: desporto@cm-silves.pt | www.cm-silves.pt

Veja Também

Diagnóstico atempado podia evitar 60 por cento dos casos de perda de visão

Um estudo realizado pela Universidade Nova de Lisboa revela que dos mais de dois milhões de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *