Home / Sociedade / Cultura / Está a decorrer a Semana Cultural – Lugares de Globalização em Silves

Está a decorrer a Semana Cultural – Lugares de Globalização em Silves

Em Silves, arrancam hoje, dia 19 de março, as principais iniciativas que integram a Semana Cultural – Lugares de Globalização, que decorrerá em diversos municípios algarvios, entre os dias 16 e 24 de março.

A iniciativa resulta de uma parceria entre a Vicentina – Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste – a Direção Regional de Cultura do Algarve, os Municípios de Silves, Aljezur, Lagos, Monchique e Vila do Bispo, a Região de Turismo do Algarve e a Associação LAC – Laboratório de Atividades Criativas.

“Novas tendências no turismo cultural” é a primeira dessas atividades, a dinamizar nos dias 19 e 20 de março no Museu Municipal de Arqueologia de Silves (MMAS).

Na área da animação, a cidade acolherá a criação teatral site-specific “Sítios com História”, por Neusa Dias, no dia 19 de março, pelas 18h00, e o concerto e performance audiovisual “Sonda – Sons Daqui III”, por Pedro Glória, no dia 20 de março, pelas 21h30.

Na área do património, os participantes desta semana cultural poderão, ainda, usufruir de entradas gratuitas em diversos equipamentos culturais – nomeadamente no Museu do Traje e das Tradições, Casa Museu João de Deus, Museu Municipal de Arqueologia de Silves e Castelo de Silves –  assim como de visitas guiadas ao MMAS por Diogo de Silves, no dia 21.

Contribuir para afirmar o Algarve enquanto destino cultural – apostando na sua história comum -, desenvolver uma cultura de empreendedorismo pela afirmação dos seus valores culturais e patrimoniais, assim como promover a reflexão entre património e turismo, e fomentar a diversificação das funções tradicionais do património e da cultura, de forma a potenciar a criação e o fortalecimento de atividades económicas inovadoras, criativas e complementares são os objetivos desta iniciativa.

 

+ SOBRE A SEMANA CULTURAL – LUGARES DE GLOBALIZAÇÃO

O projeto inspira-se no conteúdo da candidatura à Comissão Nacional da UNESCO, com o mesmo nome, submetida pela Região de Turismo do Algarve em parceria com a Direção Regional de Cultura e os Municípios do território alvo, o que permitiu a inscrição destes territórios na Lista Indicativa de Portugal a Património Mundial.

Estes lugares encontram-se repartidos por 5 países: Portugal – Lagos, Vila do Bispo, Aljezur, Monchique e Silves, no Algarve; Heroísmo e Vila do Porto, nos Açores e o Funchal na Madeira; Espanha – Ceuta; Cabo Verde; Marrocos; Mauritânia.

“Estes lugares fazem parte da memória universal associada ao imaginário de importantes mudanças históricas (…)”.

O turismo cultural é um produto turístico em ascensão e mudança, num processo claro de passagem da simples visitação e informação, para a promoção de experiências marcantes e memoráveis, oferecendo oportunidades de vivenciar o património, pelos visitantes e turistas, através de momentos fantásticos com património.

Veja Também

Arraial Minhoto em Messines

A Casa do Povo de Messines organiza, no dia 15 de setembro, um Arraial Minhoto, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *