Home / Sociedade / As palavras mais usadas pelos media em 2105

As palavras mais usadas pelos media em 2105

Presidente. Esta foi a palavra que mais se destacou nos meios de comunicação portugueses durante o ano de 2015.

A Cision elaborou um estudo com a finalidade de apurar as palavras que mais se destacaram na agenda mediática nacional no ano de 2015 e, entre espalavrastas, as que mais vezes foram utilizadas.

A palavra “Presidente” foi, entre as mais proeminentes, a mais referenciada em artigos noticiosos, com o impressionante registo de 712.486 menções. Nesta lista de palavras seguiram-se as palavras “País”, com 655.485 referências, “Euros”, com 560.577 referências, e “Equipa”, com 480.364.

A palavra “Euros”, que havia sido a palavra mais referenciada pelos media portugueses em 2014, foi desta forma substituída pela palavra “Presidente” no 1º lugar deste ranking, no ano de 2015.
O papel ativo desempenhado pelo Presidente da República no período conturbado pós eleições legislativas, e ainda as eleições presidenciais cuja campanha se encontra a decorrer, foram dois motivos fortes para que a palavra “presidente” se tornasse na palavra mais mencionada nos meios de informação nacionais, durante o ano de 2015.

Ficou a cargo da palavra “Acordo” fechar o Top 5 desta lista, com 467.293 referências apuradas em artigos noticiosos. E não parece levantar grandes dúvidas que a palavra “acordo” foi, definitivamente, uma das palavras que marcaram o ano de 2015, e especialmente o panorama político português. O “País” (a segunda palavra mais mencionada nos media nacionais) assistiu a um acordo histórico entre partidos que permitiu a solução que esteve na base do recém-formado governo socialista de António Costa. Um acordo amplamente divulgado, debatido e escrutinado pelos media nacionais.

E pelos motivos expostos é de uma forma quase natural que surge a próxima palavra que consta deste ranking mediático da Cision: “Governo”. A discussão em torno das soluções de governo, a nomeação de um governo de direita, a queda do mesmo na AR e a solução alternativa de governo à esquerda levaram a que a palavra governo continue a ser uma das palavras mais mencionadas na comunicação social portuguesa, à imagem do que aconteceu no ano passado.

É de ressalvar a relevância que continua a ter a palavra “euros” nos media nacionais, facto que parece consentâneo com aquela que continua a ser uma das fontes de maior preocupação da sociedade portuguesa atual.

Neste ranking de palavras seguem-se as palavras “Jogo”, “Empresa”, “Futebol” e, a fechar, a palavra “Iniciativa”. Esta última remete, mais uma vez, para a área política.

O objeto de análise deste estudo, realizado pela Cision – líder global em Media Intelligence- são todas as notícias veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2000 meios de comunicação social (televisão, rádio, online e imprensa).

O período temporal sobre o qual incidiu o estudo foi o período decorrido entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2015, num total de mais de 5 milhões de artigos analisados.

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

8 em cada 10 pessoas tem um episódio de lombalgia durante a vida

Estima-se que 8 em cada 10 pessoas terão um episódio de lombalgia ao longo da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *