50.000 adultos vão receber competências digitais básicas no Algarve

Por forma a acelerar a transição digital, o Programa Operacional do Algarve – CRESC ALGARVE 2020 aprovou um ambicioso plano de capacitação em competências digitais básicas que visa abranger, até 2023, 50 mil adultos na Região.

Prosseguindo o objetivo de acelerar a transição digital, a Comissão Diretiva do Programa Operacional do Algarve – CRESC ALGARVE 2020 aprovou o financiamento do Programa EUSOUDIGITAL – Algarve, que visa abranger 50 mil adultos em ações de capacitação em literacia digital básica até 2023.

O programa EUSOUDIGITAL – Algarve, apresentado por um consórcio formado pela Caixa Geral de Depósitos (Entidade Coordenadora e Investidor Social), Fundação para a Ciência e Tecnologia (Entidade Responsável pela Política Pública) e pela empresa A2D Consulting, Lda. (Entidade Implementadora), adota o modelo, já testado com sucesso, do Programa MUDA.

A estratégia pedagógica assenta num vasto programa de formação para mentores, na criação de uma rede de voluntários, na criação de Centros MUDA, e em atividades de diagnóstico e capacitação digital, a terem lugar em todos os 16 Municípios da região.

Beneficiando de uma comparticipação do Fundo Social Europeu, o investimento público, estimado em 362 mil euros, será assegurado pelo Programa Operacional do Algarve, concedido nos termos da tipologia Títulos de Impacto Social, mediante a validação dos resultados contratualizados.

Fruto deste investimento, a região ficará mais preparada para se posicionar na primeira linha da transição digital em curso.

Fonte: CCDR Algarve

 

Veja Também

CDDR e Municípios do Algarve querem garantir cobertura digital no interior e dinamizar rede de aldeias inteligentes

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) da Região do Algarve: CCDR e Municípios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *