As razões da minha candidatura – José Paulo Sousa

Venho pelo presente informar todos os Silvenses, que sou candidato a Presidente da Câmara Municipal de Silves, nas próximas eleições autárquicas, pelo partido CHEGA.
Foi uma decisão pensada e amadurecida.
Para quem me conhece sabe que não sou algarvio, nem silvense de nascimento, mas estou no concelho desde 1990, os meus filhos são algarvios e silvenses, eu já me considero um de vós!
Tenho 57 anos, sou advogado de profissão, já servi Silves no poder autárquico, entre 1990 e 2006, já fui membro de assembleia de freguesia, já fui deputado municipal, já fui vereador da câmara municipal de Silves.
Estive desde sempre ligado a associações, instituições particulares de solidariedade social, clubes de futebol, cooperativas.
Conheço bem o concelho e as suas potencialidades, conheço as pessoas e as suas mais valias.

Acredito que eu e a minha equipa, temos ideias, para fazer de Silves um concelho:
+ seguro, para os nossos idosos, para os nossos jovens para todos nós.
+ atrativo para os empresários, para os comerciantes, para os agricultores.
+ solidário, para aqueles que mais necessitam de apoio nestes tempos difíceis.

São estes os vetores principais da nossa atuação.
Para nós o mandato terá quatro anos, e começaremos a trabalhar no primeiro dia, ao contrário de quem nos (des)governa nestes dois últimos mandatos, não vamos encontrar desculpas esfarrapadas, sobre o que outros nos deixaram.
Não iremos perder oportunidades, seremos inclusivos e incisivos.
Não seremos politicamente corretos, estamos aqui para servir Silves e as suas populações e chamaremos as coisas pelos seus nomes, bateremos às portas necessárias para que as estradas que passam pelo concelho sejam reparadas, renovadas.
Lutaremos por um melhor serviço de saúde dentro do concelho, com o alargamento dos horários de funcionamento dos centros de atendimento.
Vamos pugnar para que as nossas escolas tenham condições devidas e dignas, estaremos disponíveis para colaborar com tudo e com todos, mas não teremos qualquer pejo para se necessário for gritar na praça pública, pois Silves merece.
Iremos aproveitar os recursos e técnicos que o município tem, serão eles que em primeira linha farão os projetos para as obras, os regulamentos, as atividades, os funcionários deste município e eu conheço muitos, são pessoas competentes e com capacidade vamos aproveitar estes recursos, para libertar recursos financeiros para outras áreas.
Vamos rever de alto a baixo todos os regulamentos camarários, alguns deles que mais parecem existir para infernizar a vida aos munícipes.
Queremos garantir que ninguém nos possa acusar no fim do mandato, de termos favorecido familiares, amigos e conhecidos.
Para essas situações o mínimo que posso garantir é que serão escrupulosamente cumpridas as leis da República, porque não basta, parecer sério é necessário sê-lo.
Queremos ser diferentes dos que governaram Silves nos últimos quarenta e sete anos!!!
A nossa campanha, vai ser o mais verde e digital possível, não só por respeito à pandemia, mas e principalmente por respeito ao planeta.
Iremos apostar em contactos com as instituições, evitando aglomerações, vamos privilegiar o contacto digital.

Temos um programa que aposta em três vetores: a segurança, a atratividade e a solidariedade no concelho. As medidas, e os compromissos que constam do programa, serão apresentadas paulatinamente ao longo da pré-campanha. Todas elas serão exequíveis no período do mandato, e estão contabilizadas, deixo aqui três:
Rede de Transportes Públicos Municipais.
Polícia Municipal.
Arrendamento Social.

A minha equipa já está escolhida, vai bem além da paridade, é de igualdade entre os sexos, sim nós utilizamos sexos e não género!
Todos os homens e mulheres que farão parte das equipas das listas de candidatos quer à Câmara, quer à Assembleia Municipal, quer ainda às Assembleias de Freguesia, são maioritariamente pessoas que participaram e participam na vida cívica, académica, associativa, mas poucos tem experiência política. Tentamos trazer sangue novo a este concelho e às suas Instituições.
Esperamos com o nosso contributo, trazer um debate, novo, moderno para Silves.
Estaremos atentos aos fundos comunitários, para podermos deles usufruir.

Mas e respeitando outros pensamentos;
Não ficarei satisfeito enquanto existirem lugares no concelho de Silves sem água e esgotos. Falam muito em cravos e abril eu digo – dotar os lugares e sítios deste concelho com água e saneamento, não é cumprir abril é muito mais, é dar aos munícipes qualidade de vida.
Falam muito da Constituição, mas eu digo proporcionar aos munícipes de concelho de Silves uma rede eficiente de transportes, é de longe muito mais importante do que falar em princípios abstratos.
Falam muito de justiça social, mas eu digo enquanto não se apoiarem os frágeis, os idosos e as crianças não haverá justiça alguma.
Falam muito de paz social e de harmonia, mas eu digo enquanto os silvenses não se sentirem seguros dentro do seu concelho a minha missão e da minha equipa não estará cumprida.
Um único compromisso terei com os silvenses: tudo o que iniciar será terminado no mandato, se necessário for recorrer a financiamento ele será liquidado dentro do período do mandato.
Outro compromisso será com as novas competências atribuídas às câmaras Municipais, as mesmas serão honradas na sua totalidade, nunca, mas nunca, um funcionário da autarquia será avaliado, por entidades externas à câmara municipal, como infelizmente hoje acontece.

É por tudo isto e o que mais daremos a conhecer que nos candidatamos aos órgãos autárquicos de Silves, mesmo sabendo das dificuldades que vamos encontrar a vários níveis, mas nós os que acreditamos que São Marcos da Serra, São Bartolomeu de Messines, Silves, União das freguesias de Algoz e Tunes, União das Freguesias de Pera e Alcantarilha e Armação de Pera merecem mais e melhor, dizemos presente!!!

Finalmente o CHEGA apresentará listas à Assembleia Municipal e às Juntas de freguesia do concelho.

 

NR: O texto e a imagem são da responsabilidade do candidato, a quem o Terra Ruiva endereçou um convite para apresentar as razões da sua candidatura.

Veja Também

As razões da minha candidatura – Luís Guerreiro

Sou filho de Silves, cidade onde nasci há 65 anos. Cresci e brinquei nas ruas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *