Municípios do Algarve patrocinam aumento de vagas no curso de Medicina

Os 16 municípios do Algarve vão apoiar, com 600 mil euros por ano, o aumento de vagas no Curso de Medicina da Universidade do Algarve.
Um dos objetivos principais é o de captar e fixar alguns desses profissionais na região carenciada.
O contrato foi assinado, no dia 8 de julho, pela AMAL (Comunidade Intermunicipal do Algarve), Universidade do Algarve, Associação para o Desenvolvimento do Centro Académico de Investigação e Formação Biomédica do Algarve (AD-ABC) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Para a AMAL, que representa os municípios algarvios, a verba que irá disponibilizar tem como objetivo “reforçar e alargar o ensino de Medicina da Universidade do Algarve” considerando “decisivo o investimento em todas as componentes da área da saúde na região do Algarve, designadamente equipamentos, pesquisa e desenvolvimento, respostas de serviços de saúde e formação superior e pós-graduada na área da saúde”.
A decisão foi tomada por unanimidade, em reunião realizada no passado mês de abril, sendo que os presidentes de Câmara do Algarve decidiram “unir esforços e colaborar financeiramente” por entenderem que “o aumento da oferta formativa, especialmente nesta área, contribuirá para um bem público inquestionável do qual toda a região beneficiará”. Este apoio apresenta-se, para os autarcas do Algarve como um “sinal de boa vontade” mas pretendem que, nos anos seguintes, seja a Administração Central, através do Ministério da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, a assumir uma responsabilidade que consideram ser do Estado.

Segundo o referido acordo, que termina em dezembro de 2025, pretende-se que o aumento das vagas seja efetuado ainda este ano, e que vá crescendo progressivamente, em cada ano letivo.
O contrato prevê algumas contrapartidas para os municípios, nomeadamente a criação e desenvolvimento de projetos, por parte do Algarve Biomedical Center (ABC), em articulação com a Administração Regional de Saúde do Algarve, que possam melhorar a qualidade dos cuidados de saúde prestados na região, bem como captação e fixação de profissionais de saúde no Algarve.

Veja Também

Algarve defende reforço das ligações transfronteiriças

O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve), José Apolinário, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *