Home / Concelho / GNR apresenta queixa contra Pingo Doce de Armação de Pêra

GNR apresenta queixa contra Pingo Doce de Armação de Pêra

A loja Pingo Doce de Armação de Pêra não respeitou o edital camarário que determinava o encerramento de todo o comércio ontem, dia 1º de Maio, e desrespeitou também a ordem dada pela GNR para que encerrasse a loja.

A GNR foi chamada ao local por elementos do CESP- Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal, que foi alertado para esta situação de incumprimento da lei. Na presença dos sindicalistas, a GNR interveio junto da administração da loja para que a mesma fosse encerrada e, como tal não aconteceu, a GNR apresentou queixa contra o Pingo Doce de Armação de Pêra, o único estabelecimento comercial aberto ontem no Concelho de Silves.

Esta situação foi também acompanhada por uma equipa de reportagem da SIC que deu voz à dirigente do CESP, Maria José, que lembrou a greve que ontem aconteceu no sector do comércio e as “manobras” usadas por algumas empresas, pagando a “300% o feriado” ou “oferecendo vouchers e presentes” aos funcionários que estivessem presentes nas lojas. 

Além da revisão do Contrato Coletivo de Trabalho e do aumento dos salários, os trabalhadores do comércio e em particular os dos supermercados reivindicam melhores condições de trabalho, o fim da precariedade e da exploração sem limites que dizem existir em muitas empresas.

Exigem também o cumprimento dos horários de trabalho e a sua adequação à vida familiar e pessoal e o fim dos ritmos de trabalho “brutais”.

De referir ainda que, no Algarve, apenas as Câmaras Municipais de Silves e de Vila Real de Santo António decretaram o encerramento do comércio no dia 1 de maio, sendo que no resto do distrito essa decisão ficou ao critério das empresas.

Veja Também

Projeto de Central Fotovoltaica em Messines está em Consulta Pública

Está em Consulta Publica, até ao dia 22 de maio, o projeto da “Central Fotovoltaica …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *