Home / Concelho / Zebro de Cima com fogo à porta e situação complicada

Zebro de Cima com fogo à porta e situação complicada

As chamas andam de novo no Zebro de Cima, perto da Quinta Pedagógica de Silves, onde os moradores estiveram toda a noite e uma grande parte da manhã  completamente sozinhos, sem qualquer apoio de bombeiros ou de outras autoridades depois do dispositivo que ontem fora ali colocado ter sido retirado para se deslocar para outro local.  Neste momento, já contam com um apoio de um helicóptero, o que devolveu a esperança de conseguirem salvar as habitações.

Esta situação foi relatada ao Terra Ruiva e  é ilustrativa das voltas e reviravoltas que o fogo, que lavra desde sexta-feira em Monchique e que depois entrou em Silves, tem dado. Recorde-se que ontem pela hora do almoço foi dado como controlado em 95 % do seu perímetro mas em poucas horas essa situação foi completamente revertida. 

Esta noite, ao que o Terra Ruiva conseguiu apurar do relato de populares, o fogo passou a cerca de 2 quilómetros da cidade de Silves, onde foi visível a sua passagem, seguindo para a zona da Barragem de Odelouca, onde se espalhou na direção da Nave Redonda e Benafátima, na freguesia de São Marcos da Serra não tendo, no entanto, atingido essas povoações.

Do lado da Proteção Civil tem havido muito pouca informação sobre os locais atingidos pelo fogo, concentrando-se a informação disponível nos meios que estão a operar no terreno: 1207 operacionais, 375 viaturas, 14 meios aéreos. Ao quinto dia de incêndio, o fogo continua com duas frentes ativas, tendo consumido mais de 20 mil hectares e provocado 29 feridos. O vento forte que se faz sentir não está a facilitar o combate ao fogo.

 

 

Veja Também

Trânsito cortado na Rua da Sé e vários acessos condicionados, em Silves

A Câmara Municipal de Silves informa que o trânsito será cortado na Rua da Sé, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *