Home / Vida / Saúde & Bem Estar / INEM anuncia reforço de meios, incluindo para Armação de Pêra

INEM anuncia reforço de meios, incluindo para Armação de Pêra

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) anunciou o reforço de meios no Algarve, incluindo uma ambulância para Armação de Pêra,  durante o período de verão, de 1 de junho a 30 de setembro.
Aos 38 meios de emergência médica existentes na região, vão-se juntar mais 14, para melhorar “resposta a situações de acidente ou doença súbita” na altura do ano em que o Algarve “vê a sua população crescer de forma considerável”.

O reforço dos meios será distribuído por várias localidades: 

Foi também anunciado que o funcionamento do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) de Faro vai ser reforçado com a “presença, 24 horas por dia, de dois Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar (TEPH) e de um Médico Regulador”.
Simultaneamente “ e para fazer face a eventuais situações de paragem cardiorrespiratória que ocorram, o INEM vai entregar dois Desfibrilhadores Automáticos Externos (DAE) aos Bombeiros Voluntários de Tavira e aos Bombeiros Municipais de Olhão para utilização nas ilhas barreiras – Tavira e Armona “ e “atribuir um DAE e ministrar formação aos operacionais da embarcação Ria Solidária, que tem como principal missão o apoio às populações das Ilhas da Fuzeta, Armona e diferentes núcleos da ilha da Culatra e o transporte logístico de doentes e pessoas com mobilidade reduzida.”

“A decisão de reforçar os meios de emergência à disposição da população na região do Algarve, baseia-se numa análise pormenorizada das ocorrências nesta região. Ainda assim, como demonstram os dados disponíveis, o aumento da população durante o período estival não tem um aumento proporcional do número de solicitações ao INEM, mas justifica a necessidade de serem realizados ajustamentos regionais para melhorar a capacidade de resposta, “adianta o INEM no seu comunicado.

A região do Algarve tem os seguintes meios:

 

Veja Também

Diagnóstico atempado podia evitar 60 por cento dos casos de perda de visão

Um estudo realizado pela Universidade Nova de Lisboa revela que dos mais de dois milhões de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *