Home / Economia & Emprego / Economia / PCP questiona sobre encerramento do balcão da Segurança Social em Messines

PCP questiona sobre encerramento do balcão da Segurança Social em Messines

O PCP questionou o Governo sobre o encerramento do balcão da Segurança Social em S. Bartolomeu de Messines.
Este balcão encontra-se encerrado temporariamente, desde o início desta semana, ao que se sabe, devido à falta de funcionários, sendo que um se encontra “de baixa médica” e outro entrou “de férias”, pelo que “o balcão encerrou, prevendo-se a sua reabertura apenas em janeiro”.

“Este encerramento, mesmo que temporário, causa óbvios inconvenientes aos utentes”, considera o deputado do PCP, Paulo Sá, que considera que deveriam ser “deslocados funcionários de outros balcões” para “garantir o normal funcionamento deste serviço público”. Para o PCP, esta situação é mais uma prova da “carência de funcionários nos organismos públicos, em particular, na Segurança Social, resultante do ataque levado a cabo por sucessivos governos contra os serviços públicos e as funções do Estado, que o atual Governo do PS não logrou inverter.”

Assim, o Grupo Parlamentar do PCP, por intermédio do deputado Paulo Sá eleito pelo Algarve, questionou o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, dirigindo-lhe as seguintes perguntas:
«Confirma o Governo o encerramento temporário do balcão da Segurança Social em S. Bartolomeu de Messines, devido à carência de funcionários?
Que medidas, urgentes, serão adotadas pelo Governo para a imediata reabertura deste balcão, garantindo a continuidade e normal funcionamento deste serviço público?
Como avalia o Governo a falta de funcionários nos diversos serviços da Segurança Social na região algarvia? Quantos funcionários serão contratados ainda este ano para colmatar as carências existentes?»

Junta acompanha a situação com preocupação
Também a Junta de Freguesia de S. Bartolomeu de Messines está a acompanhar esta situação, com toda a “preocupação” como disse ao Terra Ruiva, o presidente João Carlos Correia.
O maior receio é de que o encerramento deste balcão da Segurança Social não seja apenas temporário mas que o mesmo se torne definitivo, sendo a falta de funcionários o pretexto utilizado.

Veja Também

Deputado do PCP no Parlamento Europeu reúne com produtores biológicos de Silves

Miguel Viegas, deputado do PCP no Parlamentos Europeu esteve este fim de semana nos concelhos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *