Home / Concelho / Contratos com Grupos de Desenvolvimento Local incluem Messines e S. Marcos da Serra

Contratos com Grupos de Desenvolvimento Local incluem Messines e S. Marcos da Serra

A Associação In Loco foi uma das associações que esteve presente na assinatura dos contratos com os 52 Grupos de Ação Local – Desenvolvimento Local de Base Comunitária de âmbito rural.
Estes contratos têm um valor total de mais de 242 milhões de euros, de fundos da União Europeia e destinam-se a ser aplicados em muitas freguesias do país, incluindo as freguesias de Messines e S. Marcos da Serra.

 

in loco logoA assinatura dos contratos teve lugar no dia 27 de janeiro, no Cineteatro de Ponte de Sor, numa cerimónia que contou com a presença do primeiro-ministro e do ministro da Agricultura.

“O contrato assinado entre a Associação In Loco, em nome do GAL Interior Algarve Central constituído por 38 entidades parceiras, entre públicas e privadas, e o Governo português, através do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 e o Programa Operacional Regional – CRESC Algarve 2020, prevê uma dotação global multifundos para o território de 3.555.790 €, resultantes de 2.305.790 € de FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural), de 570.000 € de FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) e de 680.000 € de FSE (Fundo Social Europeu). A estes valores acrescem ainda 256.198,02€ provenientes do Orçamento de Estado.

O território de intervenção inclui as freguesias de Guia, Paderne, Santa Bárbara de Nexe, União das freguesias de Conceição e Estoi, Alte, Ameixial, Boliqueime, Salir, São Sebastião, União das freguesias de Querença, Tôr e Benafim, Pechão, União das freguesias de Moncarapacho e Fuseta, São Brás de Alportel, São Bartolomeu de Messines, São Marcos da Serra, Cachopo, Santa Catarina da Fonte do Bispo, União das Freguesias de Luz de Tavira e Santo Estêvão

O Desenvolvimento Local de Base Comunitária – rural é um programa para a utilização dos fundos do Portugal 2020 em projetos locais. A diversificação e revitalização da economia local e a criação de emprego são os objetivos do programa cuja operacionalização passou pela constituição de grupos de ação local (GAL) e pela identificação de estratégias de desenvolvimento local (EDL) que permitam a contratualização de projetos concretos a que podem aceder pessoas individuais ou coletivas. Prevê-se para breve a abertura de períodos de candidatura”, informa a Associação In Loco.

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

Câmara Municipal está a contratar técnicos superiores e assistentes operacionais

Foi publicado, no dia 4 de agosto, em Diário de República, um aviso de abertura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *