Home / Economia & Emprego / Economia / Sindicato denuncia Krazy World por não respeitar os direitos dos trabalhadores

Sindicato denuncia Krazy World por não respeitar os direitos dos trabalhadores

O “zoo e parque temático Krazy World, situado no Algoz, concelho de Silves, não está a respeitar os direitos dos trabalhadores”, afirma o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Algarve.

Em comunicado, o Sindicato afirma que a “direção da empresa não respeita as normas legais e contratuais relativas aos horários de trabalho impondo alterações constantes e repentinas, não respeita os dias de descanso, não paga o trabalho suplementar devidamente, não respeita o direito a férias, não respeita os períodos de descanso, contabiliza os períodos de descanso incorretamente, chegando a contabilizar esses tempos mesmo quando os trabalhadores estão de férias, faz os registos de entradas e saídas de forma incorreta, não entrega os recibos de vencimento, não entrega o contrato de trabalho, entre outras situações.”
Segundo os trabalhadores, acrescenta o Sindicato, “ o assédio é constante e para agravar ainda mais a situação a empresa (no dia 29 de janeiro) decidiu cortar o fornecimento de água e eletricidade aos alojamentos dos trabalhadores”.

Uma situação que o Sindicato garante estar a acompanhar, ao mesmo tempo que exige “uma atuação célere das entidades competentes, nomeadamente da Autoridade para as Condições de Trabalho”.

Veja Também

PDR tem medidas que podem ser usadas por agricultores afetados por incêndios

O Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR) tem previstas medidas destinadas ao apoio para o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *