Arquivos Tags: 25 de abril

O valor da história

Li recentemente um livro de Richard Zimler, no qual o autor aborda a ascensão do nazismo, vista pelos olhos de uma adolescente alemã. Residente na cosmopolita Berlim, integrada na classe média, a jovem partilha a ideia, amplamente difundida no seu meio social, de que um bronco como Hitler nunca alcançará o poder. É com incredulidade que a mesma e seus familiares e amigos assistem à vitória de uma pessoa que consideram social e intelectualmente inferior, sem qualquer capacidade para dirigir um país que acreditam ser forte, desenvolvido e moderno. Da incredulidade ao horror e à derrocada de toda a sua …

Ler Mais »

Erro de Ecografia Obstétrica

Erro em Ecografia Obstétrica 25 de Abril – 45 anos Aos Homens de Ontem que fizeram com que o Hoje tivesse caminho para o Amanhã   1. Durante a sua gravidez Isabel realizou três ecografias obstétricas, designadamente, à 8ª, à 21ª e à 30ª semanas, constando dos respetivos relatórios, assinados pelo médico radiologista Dr. Paulo, uma evolução normal do feto. Todavia, surpreendentemente, a criança viria a nascer com graves deformações dos membros superiores e inferiores, que lhe determinariam uma incapacidade permanente global de 95% para o resto da vida. Sendo que, apesar de tais deformações – que se desenvolvem durante …

Ler Mais »

25 de abril- 45 anos (Dia 30) O Terra Ruiva nas comemorações

Na celebração dos 45 anos da “Revolução dos Cravos”, o “Terra Ruiva” associa-se às comemorações e publica todos os dias, durante o mês de Abril, um texto ou poema alusivos ao 25 de Abril. Uma iniciativa organizada por Rui Cabrita e que decorre em simultâneo no jornal Postal do Algarve. “Um povo sem memória não perpetua um país, preenche um espaço sem identidade.” Carlos Esperança   POEMA DE PARABÉNS A quem, pelos 40 (5) anos do 25 de Abril? A ti, que como eu sofreste na pele a orfandade da pátria de acordar todos os dias sem o seu colo …

Ler Mais »

25 de abril – 45 anos (Dia 29) O Terra Ruiva nas comemorações

Na celebração dos 45 anos da “Revolução dos Cravos”, o “Terra Ruiva” associa-se às comemorações e publica todos os dias, durante o mês de Abril, um texto ou poema alusivos ao 25 de Abril. Uma iniciativa organizada por Rui Cabrita e que decorre em simultâneo no jornal Postal do Algarve. “Um povo sem memória não perpetua um país, preenche um espaço sem identidade.” Carlos Esperança Divulgamos hoje o documento elaborado pelo Centro de Documentação 25 de Abril, da Universidade de Coimbra, que nos descreve a dramática situação daqueles a quem a guerra conduziu ao estatuto de vítimas permanentes, os Deficientes …

Ler Mais »

25 de abril- 45 anos (Dia 28) O Terra Ruiva nas comemorações

Na celebração dos 45 anos da “Revolução dos Cravos”, o “Terra Ruiva” associa-se às comemorações e publica todos os dias, durante o mês de Abril, um texto ou poema alusivos ao 25 de Abril. Uma iniciativa organizada por Rui Cabrita e que decorre em simultâneo no jornal Postal do Algarve. “Um povo sem memória não perpetua um país, preenche um espaço sem identidade.” Carlos Esperança   Explicação do País de Abril País de Abril é o sítio do poema. Não fica nos terraços da saudade não fica nas longas terras. Fica exactamente aqui tão perto que parece longe. Tem pinheiros …

Ler Mais »

25 de abril- 45 anos (Dia 27) O Terra Ruiva nas comemorações

Na celebração dos 45 anos da “Revolução dos Cravos”, o “Terra Ruiva” associa-se às comemorações e publica todos os dias, durante o mês de Abril, um texto ou poema alusivos ao 25 de Abril. Uma iniciativa organizada por Rui Cabrita e que decorre em simultâneo no jornal Postal do Algarve. “Um povo sem memória não perpetua um país, preenche um espaço sem identidade.” Carlos Esperança   ÁFRICA – O ÊXODO Encerramos a série de textos com uma sentida referência aos que as circunstâncias históricas tanto vitimizaram – os Portugueses regressados de África, aqui tão bem retratados por Fernando DaCosta:   …

Ler Mais »

25 de abril- 45 anos (Dia 26) O Terra Ruiva nas comemorações

Na celebração dos 45 anos da “Revolução dos Cravos”, o “Terra Ruiva” associa-se às comemorações e publica todos os dias, durante o mês de Abril, um texto ou poema alusivos ao 25 de Abril. Uma iniciativa organizada por Rui Cabrita e que decorre em simultâneo no jornal Postal do Algarve. “Um povo sem memória não perpetua um país, preenche um espaço sem identidade.” Carlos Esperança   «Numa viagem que fiz a Coimbra apercebi-me da inutilidade de se cantar o cor-de-rosa e o bonitinho, muito em voga nas nossas composições radiofónicas e no nosso music¬haILde exportação. Se lhe déssemos uma certa …

Ler Mais »

Sessão solene do 25 de Abril, na Câmara Municipal de Silves

Uma  Sessão Solene da Assembleia Municipal de Silves, comemorativa do 25 de Abril. teve lugar  nos Paços do Concelho. A cerimónia foi precedida do hastear da bandeira pelo presidente da Assembleia Municipal, Vítor Rodrigues, e pela presidente da Câmara Municipal de Silves, Rosa Palma. Um momento que contou com a presença dos Bombeiros Voluntários de Silves e da Banda da Sociedade Filarmónica Silvense. Seguiu-se um período de intervenções pelos representantes das várias bancadas da Assembleia Municipal de Silves, (à exceção do Bloco de Esquerda que não esteve presente), bem como da presidente da Câmara Municipal e do presidente da Assembleia …

Ler Mais »

25 de abril – 45 anos (Dia 25) O Terra Ruiva nas comemorações, com o Almirante Martins Guerreiro

Na celebração dos 45 anos da “Revolução dos Cravos”, o “Terra Ruiva” associa-se às comemorações e publica todos os dias, durante o mês de Abril, um texto ou poema alusivos ao 25 de Abril. Uma iniciativa organizada por Rui Cabrita e que decorre em simultâneo no jornal Postal do Algarve. “Um povo sem memória não perpetua um país, preenche um espaço sem identidade.” Carlos Esperança     MENSAGEM DE ABRIL Temos refletido e continuamos a refletir sobre o que foi e é o 25 de Abril como fator da identidade portuguesa atual. Sem dúvida o 25 de Abril faz parte …

Ler Mais »

25 de Abril de 1974 – Memórias de Silves

A Revolução dos Cravos celebra 45 anos. Realizada por militares abriu caminho à liberdade de expressão, após 48 anos de ditadura. Silves foi um dos concelhos algarvios mais emblemáticos na oposição ao “Estado Novo”, com uma significativa resistência da sua população ao regime fascista, o que originou inúmeras greves e presos políticos. A PIDE manteve uma forte vigilância na cidade, as associações eram regularmente investigadas, o correio dos oposicionistas era aberto e os jornais e revistas eram revisados pela censura. Aquando do 25 de abril de 1974 compunham o executivo camarário Carlos da Conceição Pinto (presidente),  José Duarte dos Santos …

Ler Mais »