Home / Sociedade (página 175)

Sociedade

Filhes dum mouche

ROUBOS Em tempo de uma sociedade semeada de violência, onde os valores morais se medem pela ganância do dinheiro e pela força do poder, e os anseios, as dores, a vivência das pessoas se resumem à mera frieza dos números ou à lógica controversa das estatísticas, é normal estabelecer-se com alguma frequência diálogos à volta de crimes, de roubos e de desgraças de todo o género. O que vos vou contar passou-se durante um almoço onde predominava a meia e a terceira idade, e o tema surgiu por mero acaso, naquele momento em que cada um não tem mais nada …

Ler Mais »

O Pelourinho de Silves

Reconstruído há cerca de 20 anos, o pelourinho de Silves é hoje um monumento tão familiar aos visitantes da velha capital do reino do Algarve que poucos se darão conta de que aquele símbolo da autonomia e jurisdição municipal pouco tem a ver com o pelourinho demolido em 1878 e quase nada com um presumível pelourinho manuelino que deve ter sido levantado depois da atribuição do foral de 1504. A descrição mais antiga que se conhece do pelourinho de Silves foi escrita por Pedro P. M. Júdice, em 1911, na sua obra “Atravez de Silves, I Parte: Sé, Castello, Cruz …

Ler Mais »

Mulheres da Minha Terra (6)

A Senhora do Penedo Grande Dona Adelaide. Outro nome não lhe conheci. Foi uma figura invulgar para o pequeno Povo de Messines, donde não era natural. Veio de Lisboa empurrada pelo amor de um jovem messinense que fora, na altura, capelão, onde o seu marido, Coronel, era comandante do quartel. Manuel, o jovem padre, arrastou a bela Adelaide, senhora, nos trinta anos, que tudo deixou, nesse impulso amoroso, para uma época muito especial da mulher portuguesa. Basta consultar a revista, “Ilustração Portuguesa”, iniciada no ano de 1918, onde as senhoras, da considerada sociedade, aspiravam em ser independentes e escritoras de …

Ler Mais »

Evocar a “tenebrosa” noite de 3 de outubro de 1840, em Silves!

A década de 1830 foi marcada em Portugal pela guerra civil, que opôs liberais e absolutistas. Estava em causa a forma de governo, a velha estrutura do poder absoluto do rei, como alguns países mais conservadores ainda detinham, em que os três poderes, o legislativo, o executivo e o judicial, estavam agregados ao monarca, ou ao invés adotar um regime constitucional. Neste caso o poder de elaborar e promulgar leis é entregue a uma ou várias assembleias, o judicial é cedido aos tribunais, enquanto ao rei é reservado o poder executivo. De um lado e pelo absolutismo D. Miguel, expulso …

Ler Mais »

Vereadores socialistas falam do “marasmo” a que o concelho chegou

Os vereadores socialistas na Câmara Municipal de Silves – Fernando Serpa e Paulo Pina – divulgaram uma declaração de voto acerca da reunião deste órgão realizada no dia 7 de outubro, por considerarem que a mesma foi “ o reflexo de uma política desastrosa deste executivo permanente, no que respeita à captação de investimento privado para o concelho”. “Chegámos ao cúmulo de ter agendado para a reunião de hoje apenas dois processos” , “depois de assistirmos ao longo destes dois anos a um decréscimo cada vez mais acentuado do número de processos de obras particulares”. Para a vereação socialista, a …

Ler Mais »

Assunto “Viga d´Ouro” vai voltar à Assembleia Municipal

A Assembleia Municipal Extraordinária marcada para o dia 23 de outubro para debater o relatório da auditoria interna feita à Câmara de Silves a pedido do atual executivo, tendo em vista esclarecer aspetos relacionados com o “caso Viga d’ Ouro”, foi suspensa, sem que tivesse sido marcada nova data. A reunião fora pedida por Carlos Cabrita, único elemento do Bloco de Esquerda, mas acabou por ser a porta-voz do PS, Fátima Matos, a apresentar um requerimento pedindo a suspensão da assembleia, devido à ausência da presidente da Câmara, Rosa Palma. Na reunião, PS, PSD e BE teceram várias críticas à …

Ler Mais »

Campanha de recolha de “Magalhães”

O Agrupamento Escolas Silves Sul está a fazer uma campanha de recolha de computadores Magalhães. O objetivo será recolher um mínimo de 20 computadores até ao final do 1º período por forma a que todas as crianças do 1º ciclo possam, na aula de informática, ter um computador e desfrutar da experiência de aprender informática com todas as condições. Os computadores Magalhães deverão ser entregues ao coordenador da Unidade Educativa, que dará um recibo da entrega. Mais informações poderão ser recolhidas junto do Agrupamento Escolas Silves Sul.

Ler Mais »

11 Escolas de Silves querem ser “Heróis da Fruta”

São 11 escolas do concelho de Silves que este ano se inscreveram para participar na 5ª edição dos “Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável”, uma iniciativa da APCOI – Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil – que contará com a participação de mais de 52 mil alunos de 2.607 turmas, de 875 jardins de infância e escolas básicas do 1º ciclo de todo o país. Além de promoverem a alimentação saudável, as turmas participantes terão de gravar um vídeoclip musical para demonstrarem o que aprenderam ao longo do ano. No final, as músicas serão escolhidas por um júri composto …

Ler Mais »

Ataíde Oliveira homenageado no centenário da sua morte no Algoz

No dia 20 de novembro, pelas 16h foi descerrada uma placa em homenagem a Francisco Xavier Ataíde Oliveira, na casa onde nasceu, na Rua Tomé Rodrigues Pincho, no Algoz. Esta iniciativa insere-se na Comemoração do Centenário da Morte deste ilustre filho do Algoz, considerado como “o mais notável e prolífero monografista português de todos os tempos”. A vida e obra de Ataíde Oliveira foi destacada também através de uma conferência “Francisco Xavier de Ataíde Oliveira, Jurista, Etnógrafo e Historiador”, por Dias Marques, professor da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve. A palestra, no dia 21 de …

Ler Mais »

Mais incêndios, menos área ardida

Este ano aumentou ligeiramente o número de incêndios, mas a área ardida diminuiu, o que se atribui à resposta rápida e eficiente dos meios extraordinários que permaneceram todo o verão em S. Marcos da Serra e Silves. Ao contrário do que é costume ardeu mais no barrocal e litoral: Armação de Pêra, Alcantarilha e Tunes. Antes da próxima época, o Serviço de Proteção Civil e Florestas da Câmara Municipal de Silves quer concluir o levantamento de todo o edificado e população residente na área florestal, o que irá contribuir para a melhoria das operações. Seguindo a tendência nacional e regional, …

Ler Mais »