Home / Sociedade / História & Património

História & Património

Memórias breves (12) – Silves num contexto cultural, político e religioso

Em Março de 2017 publicara em “TERRA RUIVA”, um estudo histórico, político/religioso sobre o bispo designado para o ”reino do Algarve”, em 1333, de nome Álvaro Pais. Um natural da Galiza, bispo indicado por Afonso XI de Castela, e dedicado a esse reino. Como sabemos, as intenções dos reis de Castela, do X ao XI, as  suas pretensões foram numa constância da posse e domínio do Algarve. Se é certo que o papa Inocêncio IV, em 1245, pelo Concílio de  Lyon (França), negociou com  Afonso, futuro III de Portugal, que se tornaria no conquistador do Algarve (1249) numa exigência em …

Ler Mais »

Origem do nome de São Bartolomeu de Messines

“ Todas as afirmações referentes a factos históricos merecem, por uma questão de honestidade intelectual, que sejam feitas, com alguma reserva, a não ser quando a fonte não oferece quaisquer dúvidas”. A explicação, que aqui proponho, para a origem do nome de São Bartolomeu de Messines, é feita nesse pressuposto. Este é um tema que me tem merecido um natural empenho e curiosidade, o de conhecer, um pouco mais, sobre as nossas origens, no que diz respeito ao nome da terra que nos viu nascer.   – Messines É consensual que a designação árabe para a nossa aldeia, à data …

Ler Mais »

Património monumental do concelho: quem o salva?

2018 foi consagrado pelo Parlamento Europeu como o “Ano Europeu do Património Cultural”. A iniciativa, com o lema «Património: onde o passado encontra o futuro», tem como objetivo desencadear um processo de mudanças efetivas no modo como usufruímos, protegemos e promovemos o património cultural. Afinal, este assume muitas e variadas formas, desde o natural (paisagens), o imaterial (práticas, representações), ao material (edifícios, monumentos, sítios arqueológicos, etc.). Imbuídos por este espírito, empreendemos uma viagem pelo património material de Silves. Note-se que o concelho é aquele que, de entre os 16 municípios do Algarve, apresenta maior número de monumentos classificados ou em …

Ler Mais »

Lançamento do 2º volume da obra “O Gharb al-Andalus”, de Garcia Domingues

O Centro de Estudos Luso-Árabes de Silves (CELAS) vai lançar o II Volume da obra “O Gharb al-Andalus – Textos de Garcia Domingues”, no dia 24 de novembro, às 17h30. A apresentação será feita por Adalberto Alves e decorre na sede do CELAS, na Casa da Cultura, em Silves (Largo da República). «José Domingos Garcia Domingues, um dos nossos mais notáveis arabistas da segunda metade do século XIX, deixou-nos uma preciosa herança e um inigualável legado sobre os mais diversos domínios da história, da cultura, da diplomacia, da geografia e das gentes do Gharb al-Andalus que, infelizmente, tem vindo a …

Ler Mais »

Bernardo Marques: 120 aniversário do seu nascimento

Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, no mês de novembro, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “Bernardo Marques (1898-1962): 120 aniversário do seu nascimento”. A exposição é acompanhada de imagens e documentos. O Terra Ruiva colabora com esta iniciativa do Arquivo Municipal publicando o texto da exposição. A versão integral, com todas as imagens, estará disponível aqui: Expo_DM_Novembro_2018     Bernardo Marques (1898-1962): 120 aniversário do seu nascimento   Bernardo Loureiro Marques foi autor de uma obra vastíssima e multifacetada que lhe conferiu um lugar de destaque na ilustração portuguesa. Iniciou-se como ilustrador, com desenhos humorísticos, atividade …

Ler Mais »

Memórias Breves (11) “Viver África em tempo de guerra”

“Viver África em tempo de guerra” ´ ADÉRITO FERNANDES VAZ, para além de jurista do CENTRO Regional de Saúde do Algarve, enquanto no activo, nunca abandonou, em jornalismo, os acontecimentos, fazendo parte da “família” jornalística algarvia. Ainda a publicação em edições de temática histórica regional. Vários livros publicados. No seu penúltimo livro editado em 2017, traz uma memória de guerra por Moçambique. Assim foi o tempo moroso, em plena selva daquela antiga colónia africana, gerida pelos governos, antes do 25 de Abril. Sempre trocámos livros, conteúdos históricos, e este viver em África em tempo de guerra tocou-me. É essa memória …

Ler Mais »

À descoberta de um património (quase) escondido em Silves e Alcantarilha

As ruínas do período islâmico na Biblioteca Municipal, o interior das Casas Grandes, a Quinta de Mata-Mouros, e a Capela das Artes formaram o itinerário que levou visitantes a sítios históricos habitualmente fechados ao público ou com entrada mais reservada. Foi no dia 30 de setembro, no âmbito das Jornadas Europeias do Património que este ano se celebraram com o lema “ Partilha de Memórias”. O programa, organizado pelo Sector do Património da Câmara Municipal de Silves, começou pela época mais brilhante da cidade de Silves. Na Biblioteca Municipal, poucos degraus para o interior do edifício conduzem a uma área …

Ler Mais »

Centenário da Pneumónica, a pandemia mais mortífera de todos os tempos

Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, até ao final do mês de outubro, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “Centenário da Pneumónica, a pandemia mais mortífera de todos os tempos”. A exposição é acompanhada de imagens e documentos. O Terra Ruiva colabora com esta iniciativa do Arquivo Municipal publicando uma versão resumida do texto da exposição. A versão integral está disponível aqui: Expo_DM_Outubro_2018   Centenário da Pneumónica, a pandemia mais mortífera de todos os tempos   Faz cem anos que a pneumónica, também conhecida por “gripe espanhola” ou simplesmente “a espanhola”, matou mais de 50 mil pessoas …

Ler Mais »

Memórias Breves (10) Agosto de Má Memória

AGOSTO DE MÁ  MEMÓRIA =  Apontamentos diversos em que Monchique esteve no cerne dos acontecimentos graves e que  perdurar-se- ão nas nossas memórias pelas tragédias cometidas, que só há ambição e mais ambição, nas palavras do pastor da serra de  Monchique, José Casimiro Duarte, em que : A ganância deu cabo da nossa serra! Que voz é essa da razão. A que se juntaram outras vozes e alguns silêncios, a ministra da agricultura, do anterior governo, nessa determinação em autorizar, plenamente, a plantação desse fósforo, chamado eucalipto.  Hoje penso, nessa vontade e continuidade do lucro rápido e das mortes concretas …

Ler Mais »

Auto de Posse do Castelo de Silves

Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, até ao final do mês de setembro, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “Auto de Posse do Castelo de Silves”. A exposição é acompanhada de imagens e documentos. O Terra Ruiva colabora com esta iniciativa do Arquivo Municipal publicando uma versão resumida do texto da exposição. A versão integral está disponível aqui: Expo_DM_Setembro_2018   Auto de Posse do Castelo de Silves O Castelo de Silves localiza-se no ponto mais alto da colina sobre a qual assenta a cidade e representa, na atualidade, uma das mais notáveis obras de arquitetura militar que …

Ler Mais »