Home / Sociedade / História & Património

História & Património

Festival da Cerveja, do Castelo para a baixa da Cidade

Exposição “Festival da Cerveja, do Castelo para a baixa da cidade”  Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, até ao final do mês de julho, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “Festival da Cerveja, do Castelo para a baixa da cidade ”. A exposição é acompanhada de imagens e documentos. O Terra Ruiva colabora com esta iniciativa do Arquivo Municipal publicando uma versão resumida do texto da exposição. A versão integral está disponível aqui: Expo_DM_Julho_2018   Festival da Cerveja, do Castelo para a baixa da Cidade   O Festival da Cerveja teve a sua primeira edição em 1978, organizado …

Ler Mais »

Villa romana da Corte revela os seus segredos

Entre 2009 e 2014 decorreram as escavações da villa romana da Corte, descoberta na freguesia de São Bartolomeu de Messines. Agora, uma exposição no Museu Municipal de Arqueologia de Silves revela como era essa villa, quem lá habitava e como viviam essas pessoas. Para completar o puzzle falta decifrar a inscrição de placa de mármore encontrada, que atrai a curiosidade internacional. A Villa Romana da Corte é o primeiro complexo edificado do período romano localizado no barrocal algarvio e a estrutura mais relevante da época romana até hoje escavada no Algarve. Foi encontrada, em 2005, pelo técnico da Câmara Municipal …

Ler Mais »

Memórias Breves (8)- Três poetas cristãos e revolucionários

TRÊS POETAS CRISTÃOS E REVOLUCIONÁRIOS – Eles vêm dos séculos XIX e XX: O João, o Bernardo e o Pablo. Só o último conheci num encontro, na chamada Ilha de França, por onde o rio Sena se divide, e depois se abraça, e onde se ergue a mais antiga catedral do país: Notre Dame de Paris. Mas vamos ao “primeiro” encontro: o João, nascido em Messines, no ano de 1830. O tempo das tragédias, como os cronistas do tempo nos deixaram testemunhos em narrativas, em tragédias políticas e moralistas , como Camilo Castelo Branco, nos narra nas suas “Memórias do …

Ler Mais »

Recordar Salvador Gomes Villarinho – “O Trabalhador Imortal”

A área do mercado municipal de Silves tem registado nas últimas semanas um movimento pouco usual de operários e máquinas, concretamente no edifício da velha fábrica Villarinho, agora em obras para instalar uma superfície comercial. Construída em 1870 por Salvador Gomes Villarinho, laborou desde logo com 500 operários, para em 1890 constituir uma das maiores fábricas de Portugal. Destruída por um violento incêndio em 1891, foi elevada à categoria de Real Fábrica Villarinho & Sobrinho em 1897. Cessada a atividade corticeira em 1915, conheceu diferentes ocupações, entre as quais a de quartel de bombeiros. Na década de 1960 seria amputada, …

Ler Mais »

40º Aniversário da realização do Festival da Cerveja

Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, até ao final do mês de junho, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “40º aniversário da realização do Festival da Cerveja ”. A exposição é acompanhada de imagens e documentos. O Terra Ruiva colabora com esta iniciativa do Arquivo Municipal publicando uma versão resumida do texto da exposição. A versão integral está disponível aqui:Expo_DM_Junho_2018   40º Aniversário da realização do Festival da Cerveja   No mês de junho assinala-se o 40º aniversário da realização do 1.º Festival da Cerveja em Silves. Aquele que foi durante várias décadas o acontecimento mais …

Ler Mais »

Memórias Breves (7) Entre Céu e Inferno

ENTRE CÉU E INFERNO = Nos meus tempos, de garoto, quando entrava na Igreja de S. Bartolomeu, o Padroeiro da minha terra de Messines, passando pela capela chamada das “Almas”, fechava os olhos, em receios, porque a minha professora primária, muito crente, diria “excessivamente beata”, introduzia-nos os medos do inferno. E aquela capela que se integra no conjunto das restantes, influía-me esses receios.   Essas memórias infantis, levaram-me a contar no meu livro “As Tentações de Maria Lua “, publicado em 2010, uma narrativa sobre essa capela oitocentista. Acontece que no passado dia 7 de Março, revisitando a igreja e …

Ler Mais »

1º de Maio – Dia do Trabalhador

Exposição “1º de Maio – Dia do Trabalhador” Em Silves, no edifício da Câmara, encontra-se patente, até ao final do mês de maio, a Exposição do Arquivo Municipal com o tema “ 1º de Maio – Dia do Trabalhador ”. A exposição é acompanhada de imagens e documentos. O Terra Ruiva colabora com esta iniciativa do Arquivo Municipal publicando uma versão resumida do texto da exposição. A versão integral está disponível aqui: Expo_DM_Maio_2018 1º de Maio – Dia do Trabalhador O Dia do Trabalhador, que é celebrado anualmente no dia 1 de Maio em numerosos países do mundo, nasceu de um …

Ler Mais »

Presos políticos de Silves

Presos políticos de Silves    António Estrela António Estrela, filho de José Estrelo e de Maria Francisca, nasceu em Silves, a 1 de Abril de 1910, no seio de uma família de corticeiros. Cedo se iniciou no mundo do trabalho na Fábrica do Inglês, onde trabalhavam familiares seus. Frequentou a escola da Associação dos Corticeiros até à 3ª classe, não concluindo a instrução primária porque, como era frequente naqueles tempos, bem cedo havia que começar a contribuir para o orçamento familiar. Iniciou o estudo de Esperanto, a que se dedicou durante largos anos. António Estrela era um admirador de Domingos …

Ler Mais »

Requalificação do Centro Histórico de Messines – Carta aberta à Sr.ª Presidente da Câmara de Silves

Noticiou o “Terra Ruiva” na última edição que a autarquia se prepara para levar a efeito um vasto conjunto de obras, consideradas estratégicas, de entre as quais a requalificação do centro antigo da vila de Messines. Na verdade tal intenção não é recente, tendo mesmo amiúde integrado algumas promessas ao longo das últimas campanhas eleitorais. Em setembro de 2010, por exemplo, a presidente Isabel Soares, em entrevista ao “Jornal do Algarve”, já elencava como objetivo a supracitada intervenção. Meses antes, neste mesmo espaço, face às obras que se pré-anunciavam, alertávamos nós para as singularidades do centro histórico de S. B. …

Ler Mais »

Escavações no Centro Histórico de Silves revelam dados surpreendentes

A conhecida Porta da Almedina, no torreão junto à Câmara Municipal, pode, afinal, ser uma construção do período cristão e não islâmico, como até aqui se pensava. A descoberta de algumas moedas cunhadas por reis portugueses é apenas uma das pistas que aponta nessa direção. Mas a cidade de Silves tem trazido à luz verdadeiros tesouros, peças raras e únicas, no decorrer das várias fases das obras do Centro Histórico de Silves. Foi para dar a conhecer esse trabalho que no Dia Nacional dos Centros Históricos, se realizou a palestra “Requalificação do Centro Histórico de Silves – 3ª fase; Projeto, …

Ler Mais »