Home / Sociedade / Ambiente & Ciência

Ambiente & Ciência

Proteção Civil da CMS alerta para limpeza de áreas florestais

O Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) da Câmara Municipal de Silves (CMS) tem vindo a sensibilizar as populações para a obrigatoriedade legal relativa à limpeza das áreas envolventes às suas residências, que tem como data limite 15 de março. Alertam-se todos os munícipes para a necessidade de colaborarem com as autoridades e com a Proteção Civil Municipal e para a obrigatoriedade destas ações de limpeza, que se devem realizar nos 50 metros em torno das habitações e que são da responsabilidade dos proprietários. O incumprimento dessa norma poderá sujeitar os infratores a multas com valores muito altos, aumentados para …

Ler Mais »

Fogos fora de época colocam GIPS no terreno

  O mato muito seco e a pouca chuva que tem caído tem favorecido vários incêndios cuja origem principal está relacionada com queimadas. Nos dois últimos dias do mês de janeiro, os bombeiros foram chamados a intervir em duas ocorrências na freguesia de Silves, ambas sem grande dimensão mas que causam alguma preocupação às autoridades que temem que, com a seca que não dá tréguas, a “época dos incêndios” possa começar muito mais cedo.   Uma consulta ao site Autoridade Nacional da Proteção Civil, onde são registadas as ocorrências, mostra que as mesmas se têm repetido nos últimos dias, incluindo …

Ler Mais »

Votar no Sobreiro Assobiador para a Árvore Europeia do Ano

Há uma árvore portuguesa entre os finalistas do concurso da Árvore Europeia do Ano: o sobreiro assobiador. Esta é a primeira vez que este concurso conta com uma árvore portuguesa, o sobreiro, que é a Árvore Nacional de Portugal. O referido “sobreiro assobiador” (Quecus Suber) tem 234 anos e encontra-se em Águas de Moura, no Alentejo. Na ficha de descrição desta árvore impressionante lê-se: «O Assobiador deve o nome ao som originado pelas inúmeras aves que pousam nos seus ramos. Plantado em 1783 em Águas de Moura, este sobreiro já foi descortiçado mais de vinte vezes. Além do contributo para …

Ler Mais »

Deputados do PS com projeto para Lagoa dos Salgados e Sapais de Pêra e outras zonas húmidas

Os deputados do PS eleitos pelo Algarve apresentaram um projeto de resolução com vista à preservação da Lagoa dos Salgados e Sapais de Pêra, Paul de Lagos, Trafal e Foz do Almargem. Esta iniciativa foi destacada pela Associação Almargem que, na comemoração do Dia Mundial das Zonas Húmidas, lembra que “há 30 anos que esta associação tem vindo a defender a importância das zonas húmidas do Algarve, não só as já formalmente protegidas (Sapal de Castro Marim e Ria Formosa) mas também todas as outras que, por diversas razões, têm vindo a ser ameaçadas, retalhadas ou abandonadas.” Na proposta apresentada …

Ler Mais »

GNR iniciou Operação Floresta Protegida

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realiza, em todo o território nacional,  e até ao próximo dia 15 de março, através do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA) e do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), diversas ações de sensibilização junto das populações, sobre a problemática dos incêndios florestais. Estas ações de sensibilização, que se iniciaram no dia 15 de janeiro, “visam alertar para a importância dos procedimentos preventivos a adotar nesta altura do ano, nomeadamente sobre o uso do fogo, a limpeza e remoção de matos e a manutenção das faixas de gestão de combustível, tendo …

Ler Mais »

Almargem lança publicações digitais sobre ambiente

A Associação Almargem acaba de lançar várias publicações digitais que se encontram desde já disponíveis no seu website. No âmbito do projeto REASE, apoiado em 2017 pelo Fundo Ambiental, a Associação Almargem produziu duas publicações para disponibilização online, contando, para o efeito, com a colaboração de especialistas em diversas áreas. A primeira, com 40 páginas e intitulada “Património Natural do Vale da Asseca”, pretende divulgar os valores da geodiversidade e da biodiversidade desta área do concelho de Tavira, de forma a sensibilizar as autoridades e as populações locais para a urgência em preservar este território de características únicas no Algarve. …

Ler Mais »

Em 2017 foram avistadas 8 espécies de cetáceos no Algarve

O ano de 2017 “foi riquissímo em termos de quantidade e qualidade de observações de cetáceos. Foram avistadas 8 espécies diferentes sendo o roaz-corvineiro (Tursiops truncatus), o golfinho-comum (Delphinus delphis) e o boto-comum (Phocoena phocoena) as espécies mais observadas. Neste ano que agora finda, a invulgar quantidade de avistamentos de grampos (Grampus griseus) é de realçar, já que 12 observações diferentes constituem, por si só, um novo máximo no que toca a esta espécie. Também a orca (Orcinus orca) foi observada, mas apenas por uma vez. No caso dos misticetos, foram observadas três espécies – baleia-anã (Balaenoptera acutorostrata), baleia-comum (Balaenoptera …

Ler Mais »

“A magia de reciclar” continua até 6 de janeiro

Numa época em que há uma grande produção de resíduos, a Sociedade Ponto Verde tem a decorrer, até ao dia 6 de janeiro, uma campanha que alerta os portugueses para a importância de continuarem a separar as embalagens.    Intitulada de “No Natal descobre a magia de reciclar”, a campanha vem ajudar os portugueses a separar, ao facultar sacos de reciclagem com as cores de cada ecoponto – verde, azul e amarelo – disponíveis no site da campanha, em ações locais, em empresas e mupis, para que possam ter à disposição os recursos certos de acordo com cada resíduo. A …

Ler Mais »

Permissão para destruir a Praia Grande de Silves? Associações contestam RECAPE

Após o término do período de consulta pública do Relatório de Conformidade Ambiental (RECAPE), do empreendimento turístico da Praia Grande, em Pêra, as seis associações ambientalistas que pedem que o mesmo seja recusado, manifestam a sua expetativa que o Tribunal lhes dê razão e que a Câmara Municipal de Silves “se envolva ativamente na busca de uma alternativa”. “Permissão para destruir a Praia Grande de Silves?” – é a interrogação levantada no comunicado feito pela Sociedade Portuguesa de Estudo de Aves- SPEA que integra uma plataforma de seis organizações não-governamentais de ambiente. As referidas organizações participaram da Consulta Pública do …

Ler Mais »

Balanço dos fogos de 2017 – Mais incêndios menos área ardida

Até ao dia 31 de outubro, o Concelho de Silves registou 55 ocorrências, o que significa um ligeiro aumento relativamente ao ano passado. Mas a área ardida reduziu imenso. O maior incêndio ocorreu em Odelouca. Na luta contra o fogo, por toda a serra do Concelho, há equipas variadas que desenvolvem um trabalho pouco divulgado. Este ano incluiu até fuzileiros navais. Estes são alguns dos números fornecidos ao Terra Ruiva pelo Serviço Municipal de Proteção Civil e Florestas de Silves ( SMPCF), da Câmara Municipal de Silves. Este ano verificou-se “um ligeiro aumento do número de ocorrências comparativamente com o …

Ler Mais »