Home / Teodomiro Neto

Teodomiro Neto

Natural de S. Bartolomeu de Messines, nascido em 1938. Concluiu licenciatura em História e o doutoramento em "História Política Europeia". Professor universitário, em França, ( entretanto aposentado), tem colaborado com diversos jornais nacionais e regionais. Tem publicadas várias obras no âmbito da história regional, teatro e romance. Entre outras distinções recebeu a Medalha de Mérito Ouro da Cidade de Faro.

De Messines para a Eternidade

QUANDO, em 1995 fui convidado para preparar uma homenagem ao poeta João de Deus, para a comemoração do centenário da morte do pedagogo/poeta, logo nessa responsabilidade senti, com uma natural “vaidade”, de o ser messinense e admirador do poeta/educador. Determinei o tempo de Verão, uma sabática, acordada. Entrei em contactos com a neta do poeta, Professora Maria da Luz de Deus. De seguida, preparei o guião. Visitas a Messines com os dois técnicos. Contactos com uma empresa de fretes aéreos: filmagens em Messines, Lisboa e Faro. Pedido à Diocese do Algarve, o Bispo D. Manuel Madureira, para entrar nos espaços …

Ler Mais »

O Bispo de Silves- Álvaro Pais. Quem é?

É uma narrativa muito longa e complexa que iremos sintetizar, na compreensão de figura intelectual, religiosa e política do Bispo Álvaro Pais, que passou pela Diocese de Silves, entre 1333- 1348. Intelectualmente lhe chamavam de “O Galego”, por seu nascimento, em Salnés, na Galiza -1275. Álvaro Pais nasce num período muito conturbado: poder e religião. A Igreja estava dividida em dois blocos europeus: um bispo na Itália – Roma, outro em França – Avinhão. O embrião do grande Cisma do Ocidente. Em jovem, Álvaro Pelágio (assim chamado) professa a Ordem de S. Francisco de Assis, frei franciscano. Os chamados Fraticelos, …

Ler Mais »

Neste 16º Ano do Século XXI

Findámos o Ano. Um ano em acontecimentos que a todos nos diz respeito, mas de opiniões diversas. As minhas seguem em leituras nossas e dos outros. Em opiniões políticas, religiosas, culturais e pessoais. Tivemos um turismo no “seu mais alto valor”, assim o diz a Secretária de Estado do Turismo, Ana Maria Godinho, por Lisboa. A Senhora do Governo fala de milhões de euros, de outro tanto, em número de turistas, afirmando que só no passado mês de Outubro, o Algarve registou, em proveitos, de 1,3 milhões de dormidas, ou seja mais de 65%, fora da época. Ao Aeroporto de …

Ler Mais »

Portugal em Directo

No passado dia 18 Novembro fui convidado, pela R.D.P. / Antena 1, a intervir na importância da Estrada Nacional 2 que se inicia em Chaves e finda em Faro. São 737 km , desde que foi construída, em 1884. Sendo a primeira estrada do reino, assim considerada. O Algarve teve mais estrada líquida, que de terrena e pedra. Mas a EN-2 chegou em finais do século XIX. Foi um romper a serra, o obstáculo de séculos, em que até no século XV, D. João II não se atreveu a descer o oceano até Tavira; e depois no final do século …

Ler Mais »

Os vendedores de sonhos

Assim começou no dia 14 de junho, o deslumbramento da FIFA ( Fédération Internationale de Football), em Saint-Etienne, cidade da Região Ronne/Alpes/França. A Europa, mais do que outro continente, e Portugal, entre todos, esteve em “abuso” televisivo, mostrando a cidade do mártir, padroeiro de origem grega, Stephanes ( Saint-Etienne), o nosso Santo Estêvão, em tradução portuguesa. Assim explicado, como é devido, vamos ao conteúdo, nesse dia de arrepios antecipados, coordenados para o fim proposto. Em excessos, em vendedores de sonhos e de magia, aos nossos emigrantes, em terras gaulesas, onde a maior comunidade estrangeira é a portuguesa, onde o ensino …

Ler Mais »

Silves – 1937

Há 79 anos ( 1937), Pedro Mascarenhas Júdice, um cidadão da antiga capital do reino do Algarve, publicava um interessante opúsculo, em bilíngue, português e inglês, que intitulou: “Silves e seus Arredores” = “Silves and its Surroundings”. Digamos que se dedicava aos turistas estrangeiros. Era uma novidade para a época. O texto-guia de 18 páginas faz um interessante percurso pela cidade de Silves: sua história e sua monumentalidade, sendo a Sé e o Castelo as principais atrações do opúsculo: “Vamos dizer algumas palavras de Silves sob o ponto de vista turístico: Duas vias conduzem principalmente a Silves: o caminho de …

Ler Mais »

Leão Penedo – O Centenário

Entrei na cumplicidade do neorrealismo literário, pela minha adolescência, rebuscando, nesse gosto de leitura, na Sociedade de Instrução e Recreio Messinense, no móvel proibido a que chamavam de biblioteca. Descobri, entre outros livros, a “Caminhada”, de Leão Penedo. Já pusera de parte os chamados livros da infância: Cavaleiro Andante, o Pim-pam-pum. O livro prendeu-me pela simplicidade da escrita e pelas imagens das mulheres da minha terra, em que as Ritas surgiam por cada rua do meu conhecimento. Quanta tuberculose, quanta fome, quanto tudo de nada. Até que, um dia, a Pide, fez um arremesso levando a Caminhada, entre outros livros …

Ler Mais »

Mulheres da Minha Terra- Mulheres Presentes – Paula Bravo

Mulheres Presentes – Paula Bravo Uma menina nascida na Terra de Messines e que eu só viria a conhecer no ano de 1994. Eu conto: nesse ano, assim creio, a jovem jornalista, Paula Bravo, recebera um prémio literário/ jornalístico por um trabalho publicado em 1993. Uma coincidência, encontrámo-nos no hotel onde Paula ia receber o seu prémio, onde tantos concorrentes, nacionais e estrangeiros se apresentaram. Fizemos o conhecimento nesse Verão de 1994. E nessa alegria, em saber que a laureada era uma messinense, orgulhoso fiquei! Fui acompanhando o trajecto dessa promissora jornalista. E, sempre, nos fomos encontrando e confraternizando, nos …

Ler Mais »

Mulheres da Minha Terra – (13) – Rosa Cristina Palma

Conheci a jovem professora, em Março de 2013, quando veio até Faro, buscar-me, para uma viagem cultural a Messines. Nesse dia festejava-se o 183º aniversário do Poeta/Pedagogo João de Deus e tinha um convite amável, do Presidente da Junta de Freguesia, João Carlos Correia. O autarca não deixava de comemorar a efeméride, como de costume e de todos os Messinenses. E a jovem, sua companheira, assumiu este compromisso, de me conduzir até Messines. Assim foi, Rosa Cristina e eu lá abalámos pela apelidada de maior “avenida” do Algarve, a 125. A jovem professora conduzia numa tranquilidade transmitida. Fomos conversando para …

Ler Mais »

Mulheres da Minha Terra (12) Mulheres Presentes

Mulheres Presentes: LISETE MARTINS: Mulher Presente, natural do Mouricão ( Messines), tem sido uma das figuras culturais da terra, e da maior notoriedade. Mulher de coragem e força, naturalmente decisivas em erguer um grupo de naturais e avançar para essa arte de tantos adjetivos, de tantos criadores, que é o Teatro. Conheci D. Lisete Martins, pela primeira vez em Faro (1987), no Teatro Lethes, o terceiro teatro mais antigo de Portugal. Lisete Martins e as Mulheres do “Penedo Grande” estavam na capital do Sul, com o trágico andaluz Garcia Lorca: “ A Casa de Bernarda Alba”. Eu tinha acabado de …

Ler Mais »