Home / Paula Bravo (página 41)

Paula Bravo

Natural de S. Bartolomeu de Messines, nascida em 1963. Licenciada em Comunicação Social. Desde 1986, trabalhou em vários órgãos de comunicação nacionais e regionais. Dirigente associativa. Fundadora e diretora do Terra Ruiva desde abril de 2000.

18 de Janeiro de 1934 – Os dias em que Silves parou

Os dias em que Silves parou Artigo publicado na edição nº 64, janeiro de 2006 Instalado no poder, um dos objectivos de Salazar, foi o de tentar dissolver os sindicatos livres existentes, substituindo-os por sindicatos nacionais, controlados pelo regime. Contra esta medida levantou-se em Portugal um amplo movimento de contestação, que culminaria com a decisão dos trabalhadores em organizar uma Greve Geral. A 18 de Janeiro de 1934 a greve geral tem início, em várias localidades do País, com destaque para a Marinha Grande, Silves, Barreiro e Almada.   Reprimida duramente, a greve geral resultou em várias prisões e encerramento …

Ler Mais »

Entrevista a padre Joaquim Beato – “A Igreja não é um supermercado, onde a pessoa vá e se sirva de respostas”

  “A Igreja não é um supermercado onde a pessoa vá e se sirva de respostas” Em agosto de 2015, a comunidade católica de Armação de Pêra comemorou as bodas de ouro sacerdotais do padre Joaquim Beato. Atualmente com 76 anos, oriundo da região de Leiria, vindo para o Algarve na década de 60 do século passado, o padre Beato está ligado à criação do grupo de escuteiros em Armação e à fundação da Santa Casa da Misericórdia, com o seu lar e creche. Inúmeras gerações de alunos da Escola Secundária de Silves conheceram-no enquanto professor de Português.   Ao …

Ler Mais »

Farmácia em S. Marcos da Serra irá encerrar

A única farmácia instalada em S. Marcos da Serra irá encerrar em breve. O pedido de transferência para S. Bartolomeu de Messines, já deu entrada no Infarmed e deverá ter resposta nos próximos meses. “Não é de ânimo leve que tomo esta decisão”, explicou ao Terra Ruiva, Cláudia Caroço, responsável pela Farmácia Nova de S. Marcos da Serra. As dificuldades que as farmácias portuguesas têm conhecido, com as alterações nos preços dos medicamentos, aliadas à pouca população da freguesia de S. Marcos e consequente fraca afluência à farmácia determinam este pedido de transferência, por razões económicas. Segundo Cláudia Caroço, foram …

Ler Mais »

António Guerreiro tomou posse como diretor da ESEC

    O Professor Doutor António Manuel da Conceição Guerreiro é o diretor da Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC) da Universidade do Algarve. A tomada de posse realizou-se no dia 13 de janeiro, numa cerimónia aberta a toda a comunidade académica. Ao nosso amigo e colaborador, o Terra Ruiva deseja o maior sucesso neste cargo.

Ler Mais »

O ano da geringonça e do macaco

Começámos o ano de 2016 depois de várias piruetas no mundo político e partidário. Foi-se a tradição, veio a “geringonça” como lhe chamou Paulo Portas, o jornalista que se tonou político e agora (consta que) se tornará empresário. 2016 será o ano em que o governo nascido da aliança da esquerda, a tal “geringonça”, terá de provar que é possível um caminho diferente, que havia/há alternativa à tradição e ao empobrecimento do país e dos portugueses. Entramos no novo ano e não temos orçamento de Estado. Sinal dos tempos, o dito orçamento está em Bruxelas, para aprovação. Primeiro “eles”, depois …

Ler Mais »

Atletismo em Tunes e Algoz * ( com esclarecimento adicional)

O ATLETIS (Clube de Atletismo de Tunes) foi fundado em maio de 2015 e está agora a dinamizar dois núcleos de atletismo para crianças e jovens, em Tunes e Algoz. No total, a equipa do Atletis conta com 77 jovens atletas federados, alguns dos quais já com alguma prática desportiva anterior, como explica o presidente do clube, Hélder Bacalhau, que há muitos anos está ligado ao atletismo. Por isso, o jovem clube conta com já com alguns títulos a nível coletivo e individual, alcançados nesta época no triatlo técnico jovem e no campeonato regional de marcha. Em novembro de 2105, …

Ler Mais »

Livro “Algarvios pelo Coração/ Algarvios por Nascimento”, com personalidades do Concelho de Silves

  O novo livro de Glória Maria Marreiros “Algarvios pelo Coração / Algarvios por Nascimento” foi apresentado, em Lagos, perante numerosa assistência constituída por amigos da escritora e muitos familiares das personalidades destacadas nesta obra. O livro, publicado pela Editora Colibri, traça as biografias de várias personalidades cuja vida esteve ligada ao Algarve, quer “pelo coração”, quer pelo “nascimento”. Vários são os nomes de cidadãos relacionados com o concelho de Silves, incluídos nesta obra: António da Costa Contreiras, natural de Ourique, médico em S. Marcos da Serra e S. B. Messines; António Sequeira Cabrita Carneiro, médico cirurgião e humanista, natural …

Ler Mais »

Barragem do Arade, com comportas avariadas e sem planos de emergência

No dia 2 de novembro de 2015, na sequência da intempérie que se abateu sobre o Algarve, a barragem do Arade teve de abrir as suas comportas. Silves viveu muitos anos sob o receio da barragem e as cheias eram frequentes há algumas décadas. Desta vez, o rio Arade encheu mas não transbordou e todos dormiram descansados. Talvez não fosse esse o sentimento se soubessem que a velha barragem não tem elaborado o Plano de Emergência a que a lei obriga e que tem as comportas avariadas. Construída em 1956, a Barragem do Arade tem tido alguns problemas que naturalmente …

Ler Mais »

Não há natal na imprensa

  Este ano não haverá Natal para 120 pessoas, a maioria jornalistas do jornal i e do semanário Sol. A notícia foi conhecida na altura em que o “espírito natalício” supostamente começa a inundar os corações. A empresa detentora dos dois títulos, a Newshold, liderada por Álvaro Sobrinho, ex-presidente do BES Angola, vai fechar estes jornais e criar um novo projeto que integrará um terço dos funcionários. E esse terço, sorte a deles, mantém o emprego, mas aceitando salários inferiores aos atuais. Há uma frase que diz que cada jornal que encerra é uma perda para a democracia. A ser …

Ler Mais »

Balanço autárquico: a meio da corrida

A meio da corrida podemos fazer prognósticos? Arriscado… Ainda assim… Enquanto escrevo, anda o país em polvorosa com a atuação de Cavaco Silva. Aqui, no concelho, passa discretamente o 2º aniversário da tomada de posse do executivo da presidente Rosa Palma. Quando a equipa de Rosa Palma tomou posse, em outubro de 2013, deparou-se com três problemas centrais: teria de resolver os litígios com os bancos credores da Câmara (por conta da dívida ligada ao caso Viga d’ Ouro) antes de janeiro de 2014, sob pena da autarquia ficar completamente paralisada, por ação das limitações e regras impostas pela Lei …

Ler Mais »