Home / Paula Bravo (página 12)

Paula Bravo

Natural de S. Bartolomeu de Messines, nascida em 1963. Licenciada em Comunicação Social. Desde 1986, trabalhou em vários órgãos de comunicação nacionais e regionais. Dirigente associativa. Fundadora e diretora do Terra Ruiva desde abril de 2000.

Protestos contra o encerramento da Direção Ferroviária de Tunes, onde vai nascer uma unidade hoteleira

A Direção Ferroviária de Tunes, a 3ª mais importante a sul do país, foi encerrada no dia 17 de setembro, transferindo para Faro os seus 25 trabalhadores. As instalações que ficaram desocupadas irão receber uma unidade hoteleira. Esta é uma situação que terá apanhado os trabalhadores de surpresa e está a originar vários protestos. Em Tunes está a correr um abaixo-assinado e também a Câmara Municipal de Silves já tomou posição, questionando esta transferência. Segundo o Terra Ruiva apurou, a Comissão de Trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP) solicitou uma reunião ao executivo da Câmara Municipal de Silves para lhe …

Ler Mais »

Os Verdes terminaram em Tunes campanha em defesa do transporte ferroviário

O Partido Ecologista Os Verdes terminou na Estação da CP de Tunes a ação nacional em defesa do transporte ferroviário intitulada “Comboios a Rolar, Portugal a Avançar”. Em Tunes, a delegação de Os Verdes foi recebida por Tiago Raposo, em representação do Executivo da Câmara Municipal de Silves e por Vítor Rodrigues e João Varela Santos, respetivamente presidente e secretário da Assembleia Municipal de Silves. A ação do Partido Ecologista Os Verdes decorreu de 28 de agosto a 21 de setembro, e no decorrer da mesma foram percorridas as linhas ferroviárias que “necessitam de urgente intervenção”. No último dia da …

Ler Mais »

Fósseis com milhões de anos para admirar nas pedras da Escola Secundária de Silves

E de repente o passado muito remoto está ali, à vista de todos. Descoberto, assinalado e oferecendo-se à visita e admiração de qualquer pessoa, nas paredes e no chão da Escola Secundária de Silves. Um dia, digamos assim, há muitos milhões de anos, animais e plantas viveram num mundo muito diferente daquele que conhecemos. Viveram e morreram e os seus vestígios permaneceram e chegaram até aos nossos dias incrustados nas rochas que foram usadas na construção da Escola Secundária de Silves, nas paredes e no chão. É preciso procurar estes pequenos fósseis, uns mais evidentes do que outros. Aqui e …

Ler Mais »

Memórias: Ingrid Bergman, Quando a diva que nasceu há 100 anos, esteve em Silves

Na Secção Memórias recuperamos o artigo publicado na edição nº 169, de setembro de 2015, escrito por ocasião da comemoração dos 100 anos do nascimento de Ingrid Bergman: Ingrid Bergman Quando a diva que nasceu há 100 anos esteve em Silves A 29 de agosto de 2015 passaram 100 anos do nascimento de uma das maiores figuras do cinema de todos os tempos: Ingrid Bergman. No percurso desta vida extraordinária encontram-se alguns momentos ligados diretamente à cidade de Silves, nos dias em que Ingrid passou aqui as suas férias. A atriz Nascida em Estocolmo, na Suécia, teve uma infância muito …

Ler Mais »

Central de Lamas em Messines, projeto esteve parado durante anos mas vai avançar agora

O projeto de construção de uma central de tratamento das lamas produzidas pelas ETAR do Algarve, no sítio do Escolar, na freguesia de São Bartolomeu de Messines, esteve parado alguns anos, mas vai agora avançar, por iniciativa da empresa Lena Ambiente. A confirmação foi dada ao Terra Ruiva pelo diretor do projeto, Artur Ribeiro que afirmou que o processo já se encontra numa fase avançada, aguardando apenas o licenciamento das obras. Segundo este responsável, a Lena Ambiente adquiriu o projeto à empresa Biosolum “já numa fase avançada, com projeto de execução já aprovado”, faltando apenas a “licença ambiental”. A nova …

Ler Mais »

Apoios para a reabilitação urbana em Messines e Alcantarilha

A Câmara Municipal de Silves divulgou, em sessões públicas realizadas em São Bartolomeu de Messines e Alcantarilha, o conjunto de apoios financeiros e fiscais que estão ao dispor dos proprietários integrados nas Áreas de Reabilitação Urbana- ARU destas vilas. Estes apoios são muito diversificados, visando “a adaptação das casas antigas às necessidades dos nossos dias”, e alguma “dinamização económica”, criando novas habitações e possibilidades para a sua reconversão como espaço comercial ou turístico, como disse a presidente da Câmara, Rosa Palma, na sessão realizada em São Bartolomeu de Messines. Já o vereador do pelouro do urbanismo da Câmara de Silves, …

Ler Mais »

Percurso “A arte do latoeiro”, em Messines

Começa no Museu do Traje, à entrada da vila de São Bartolomeu de Messines, segue em direção ao centro histórico, serpenteia nas “ruas de cima” e termina no Largo João de Deus, na casa onde nasceu o poeta/pedagogo. Este é o traçado do Percurso “A Arte do Latoeiro” que nos leva a descobrir, suspensas em vários edifícios da vila, as peças de latoaria que foram efetuadas pelos artesãos que frequentaram o curso de latoaria que decorreu em São Bartolomeu de Messines, com o propósito de reativar uma arte e ofício que se encontrava praticamente extinta no Algarve. No dia 24 …

Ler Mais »

Incêndio de Silves, depois de arderem 10 mil hectares, na serra faz-se as contas à vida…

O pó é dourado e tem cheiro. É muito e cerca-nos, enquanto subimos ao Zebro de Cima, no coração da serra, na freguesia de Silves. Fora dos caminhos de terra, as cores são diferentes. Negro, muito negro. Aqui e além umas manchas de verde, socalcos que o fogo poupou ao acaso, árvores salvas pelo capricho do vento. Ainda mais raras, umas manchas brancas, as casas quase lambidas pelo fogo mas salvas pelas diretrizes de concentrar os esforços nas vidas humanas e habitações… Vindo da freguesia de Silves até ao Zebro de Cima, ou da vizinha freguesia de São Bartolomeu de …

Ler Mais »

Sobrou fogo, faltam medalhas

No rescaldo do chamado incêndio de Monchique, que atingiu profundamente a zona serrana de Silves, têm-se apurado várias conclusões sobre o que correu mal no combate ao fogo. A primeira pista foi deixada pela presidente da Câmara de Silves, Rosa Palma, em declarações a televisões nacionais, nas quais, com serenidade e notória escolha de palavras, afirmou em voz alta o que mais se ouvia no terreno: que tinha havido falta de coordenação. Havendo pessoas mais habilitadas para falar sobre a (des)coordenação dos meios de combate ao fogo, destaco outra lacuna que me parece importante: a falta de informação às populações. …

Ler Mais »

Visitas de políticos a áreas ardidas quase deixam Silves de fora…

Esta semana ficará marcada pela visita de vários líderes partidários às zonas atingidas pelo incêndio de Monchique, ocorrido recentemente. Mas o concelho de Silves, onde arderam cerca de 10 mil hectares, não tem estado na rota da maioria dos visitantes… Na terça-feira de manhã, dia 28 de agosto, a primeira dirigente a chegar a Monchique foi Assunção Cristas. A líder do CDS veio repetir as exigências que fizera anteriormente, relativas à necessidade de apurar as causas da propagação do fogo e questionar as medidas de combate. Depois, visitou algumas das áreas ardidas e em poucas horas partiu, sem passar pelo …

Ler Mais »