Home / Paula Bravo (página 10)

Paula Bravo

Natural de S. Bartolomeu de Messines, nascida em 1963. Licenciada em Comunicação Social. Desde 1986, trabalhou em vários órgãos de comunicação nacionais e regionais. Dirigente associativa. Fundadora e diretora do Terra Ruiva desde abril de 2000.

Sobrou fogo, faltam medalhas

No rescaldo do chamado incêndio de Monchique, que atingiu profundamente a zona serrana de Silves, têm-se apurado várias conclusões sobre o que correu mal no combate ao fogo. A primeira pista foi deixada pela presidente da Câmara de Silves, Rosa Palma, em declarações a televisões nacionais, nas quais, com serenidade e notória escolha de palavras, afirmou em voz alta o que mais se ouvia no terreno: que tinha havido falta de coordenação. Havendo pessoas mais habilitadas para falar sobre a (des)coordenação dos meios de combate ao fogo, destaco outra lacuna que me parece importante: a falta de informação às populações. …

Ler Mais »

Visitas de políticos a áreas ardidas quase deixam Silves de fora…

Esta semana ficará marcada pela visita de vários líderes partidários às zonas atingidas pelo incêndio de Monchique, ocorrido recentemente. Mas o concelho de Silves, onde arderam cerca de 10 mil hectares, não tem estado na rota da maioria dos visitantes… Na terça-feira de manhã, dia 28 de agosto, a primeira dirigente a chegar a Monchique foi Assunção Cristas. A líder do CDS veio repetir as exigências que fizera anteriormente, relativas à necessidade de apurar as causas da propagação do fogo e questionar as medidas de combate. Depois, visitou algumas das áreas ardidas e em poucas horas partiu, sem passar pelo …

Ler Mais »

A iluminação dos edifícios históricos

Hoje em dia os “visitantes nocturnos” dos nossos monumentos e centros históricos atingiram um número e importância que até há poucos anos não imaginaríamos. Este facto deve-se em muito ao crescimento de alojamentos locais, hostels e outras unidades turísticas, que aumentaram as pernoitas nas localidades e consequentemente os passeios nocturnos dos hóspedes. A iluminação dos edifícios históricos, embora anterior a este crescimento, apresenta aqui um papel único para o conhecimento do nosso património edificado e realce da monumentalidade de um edifício ou conjunto arquitectónico. Se estamos de acordo que se evidencie o nosso património à noite, de forma a dar …

Ler Mais »

Festa das Tradições de novo em Messines

A 9ª Festa das Tradições decorre no Jardim Municipal de São Bartolomeu de Messines nos dias 24, 25 e 26 de agosto. Como de costume, a Festa reúne no seu espaço um vasto conjunto de artesãos e produtores locais e oferece diferentes petiscos e refeições, nas barracas de comes e bebes.  Faz parte da Festa também um programa de animação que vai desde a música aos jogos tradicionais. De realçar que, este ano, a Festa das Tradições arranca com a inauguração do percurso “A Arte do Latoeiro” (ver notícia a propósito no nosso site http://www.terraruiva.pt/2018/08/21/inauguracao-do-percurso-a-arte-do-latoeiro-em-messines/ ) Destaque também para o espetáculo no …

Ler Mais »

Incêndio dominado, apenas um ponto quente entre Messines e São Marcos da Serra

O incêndio de Monchique está “dominado” mas não extinto, havendo apenas “um ponto que causa maior preocupação” que é “no flanco este, que vai de São Marcos da Serra e São Bartolomeu de Messines”, disse hoje de manhã a 2ª comandante operacional da Proteção Civil, Patrícia Gaspar. Assim, ao fim de uma semana, a situação é dada agora como controlada, naquele que é já o maior incêndio ocorrido na Europa este ano. Segundo adiantou Patrícia Gaspar, “é natural que hoje e nos próximos dias ainda haja pontos quentes e alguns pequenos reacendimentos, mas isso não significa que o incêndio volte …

Ler Mais »

Feira Medieval de Silves começa amanhã- Autarquia decidiu avançar depois de ouvir associações

A Feira Medieval de Silves irá manter a sua abertura para amanhã, dia 10 de agosto, tal como estava previsto. A confirmação foi dada ao Terra Ruiva pelo vice- presidente da Câmara Municipal de Silves, Mário Godinho. Esta decisão da Câmara Municipal foi ponderada e discutida com os parceiros que, juntamente com a autarquia, organizam a Feira Medieval. Segundo Mário Godinho, a autarquia ouviu as três associações das zonas mais atingidas pelo fogo, nomeadamente o Grupo Desportivo e Cultural do Enxerim, Associação Amigos da Pedreira e Amigos da Barragem do Arade, sendo que as mesmas consideraram que se deveria manter …

Ler Mais »

Depois do inferno, a calma. Veremos se veio para ficar

Esta manhã, o ponto de situação feito pela 2ª comandante operacional da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, dava conta de que não existem neste momento frentes ativas no fogo em Monchique e Silves, mas apenas “pontos quentes”. A reportagem do Terra Ruiva percorreu, já hoje de manhã, o caminho que o fogo traçou ontem à tarde e à noite, de Enxerim a Vale Fuzeiros, deixando atrás de si um cheiro intenso a queimado e um trilho negro que não deixa dúvidas. No alto da encosta da Cumeada, um sítio que viveu ontem uma situação muito complicada, é visível …

Ler Mais »

Depois de uma tarde muito dura, Silves prepara-se para uma noite de inquietação

As imagens do pânico que se viveu esta tarde no Enxerim, às portas de Silves, quando se procedia à evacuação da população, e que foram mostradas pelas televisões nacionais foram  sem dúvida as mais marcantes deste que foi mais um dia marcado pelo incêndio que lavra no concelho. Mas mais no interior do concelho, na freguesia de São Bartolomeu de Messines, centenas de pessoas tiveram de sair das suas casas, quando o fogo entrou pela serra, passando por várias povoações e aglomerados habitacionais. Na Cumeada, Amorosa, Gregórios, Canhestros, Corgo, Mogas, Vale Fuzeiros (sem excluir outros que não tenham chegado ao …

Ler Mais »

Esta noite não se dorme na Pedreira, na freguesia de Silves

Esta noite não se dorme na Pedreira, na freguesia de Silves, a poucos quilómetros da cidade. O fogo que se adivinha, mais do que se vê, em clarões vermelhos que surgem repentinamente por detrás dos montes, a imensa e espessa nuvem de fumo cinzenta e pesada e o cheiro persistente não permitirão o descanso dos moradores. Nem o dos manobradores das máquinas de rastos que irão levar toda a noite a tentar deter o fogo na encosta que tem mato, tentando impedir que progrida para a encosta por onde se espalham as dezenas de habitações. Assim como não dormirão os …

Ler Mais »

Fogo continua a preocupar junto a Silves

Depois de nesta manhã se ter verificado reacendimentos em vários locais da serra de Silves, o fogo continua a dar muito trabalho e preocupação na freguesia de Silves, principalmente nas zonas do Falacho, Romana, Quinta Pedagógica. Neste último local estão também em perigo os muitos animais que aqui vivem. Além do vento forte ter intensificado o fogo um pouco por toda a parte, o trabalho dos bombeiros e da proteção civil é dificultado pela existência de muitos edificados dispersos. Há pouco o Terra Ruiva conseguiu trocar umas breves palavras com a presidente da Câmara de Silves, Rosa Palma, que desde …

Ler Mais »