Paula Bravo

Natural de S. Bartolomeu de Messines, nascida em 1963. Licenciada em Comunicação Social. Desde 1986, trabalhou em vários órgãos de comunicação nacionais e regionais. Dirigente associativa. Fundadora e diretora do Terra Ruiva desde abril de 2000.

Pais de Silves preocupados com encerramento de escolas

Um grupo de pais de alunos do Agrupamento de Escolas de Silves tem vindo a manifestar-se publicamente, dando conta da sua preocupação pelo encerramento de escolas deste agrupamento, devido à greve dos professores, principalmente da Escola Secundária de Silves. Na semana passada, um grupo de pais manifestou-se, protestando pelo facto dos seus filhos não terem aulas há cerca de dois meses, além de estarem a viver uma situação de instabilidade pois nunca sabem quando é que poderá ou não haver aulas. O que leva à deslocação diária dos alunos, para depois serem confrontados com a inexistência de aulas. Num dos …

Ler Mais »

Espelho de água no Rio Arade – possibilidade volta a ser equacionada

O desassoreamento do Rio Arade e a construção de um espelho de água – construção que garante uma determinada cota permanente de água –  junto à cidade são assuntos que voltam periodicamente à ribalta. O processo de desassoreamento já conheceu muitos anúncios que nunca foram por diante e uma situação semelhante tem acontecido com o espelho de água, que em tempos até teve obra iniciada. Mas o Município de Silves nunca desistiu desta luta, que tem mais de 30 anos, e os sucessivos governantes têm sempre defendido estes projetos. Agora, abre-se de novo uma possibilidade, abordada há dias na sessão …

Ler Mais »

Cidadãos da capital… e os outros não

Houve um tempo, não muito recuado, em que se ouvia dizer, com frequência, que o país se resumia a Lisboa e o “resto é paisagem”. Progressivamente esse sentimento foi ficando para trás. Não totalmente extinto mas já não tão gritante. O “resto” do país, pouco a pouco, começava a alinhar-se no rumo do progresso, com a construção de infraestruturas básicas, com o acesso mais facilitado à saúde, educação, cultura e lazer. É preciso combater as desigualdades territoriais, dizia-se. O que também significava combater as desigualdades sociais geradas por aquelas outras. Mais recentemente, estas questões voltaram a ser discutidas na praça …

Ler Mais »

Entrevista a padre António Martins- “Não há dimensão da vida que fique fora da fé”

A vocação religiosa nasceu naturalmente no seio da família, e hoje António Martins, é o capelão da Capela do Rato, em Lisboa, um espaço muito especial no seio da Igreja Católica portuguesa. Nascido na freguesia de São Bartolomeu de Messines, “o padre Martins” como é conhecido na sua terra natal, doutorado em Teologia Dogmática, na área da antropologia teológica, pela Faculdade de Teologia da Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, diz que o seu percurso começou com “uma inquietação existencial, por uma pergunta sempre tão pessoal. E a minha foi-se clarificando: que realidade é esta de sermos corpo, matéria e consciência, …

Ler Mais »

Ameaçados pelo deserto

O concelho de Silves está ameaçado pelo deserto. Não falo da seca. Falo do deserto de notícias. Mais de metade dos concelhos em Portugal está, ou corre o risco de se vir a tornar, um “deserto” de notícias locais. Dos 308 concelhos existentes em Portugal, há 78 em “deserto total”, 24 em “semi- deserto” e 88 “sob ameaça”. Feitas as contas: 6,3% da população vive em algum tipo de deserto de notícias; enquanto 13,4% vive no “deserto total ou em comunidades em risco de se tornarem desertos”. É mais de um milhão e quatrocentas pessoas. Estes são dados do estudo …

Ler Mais »

A Alegria do Natal está de novo em Silves, com muitas propostas

A Alegria do Natal volta a conquistar a cidade de Silves, de 3 de dezembro a 8 de janeiro, animando a Praça Al-Muthamid com um leque variado de novidades e grandes espetáculos. Uma pista de gelo, carrossel, comboio de Natal, o habitual mercadinho e um diferenciador e diversificado leque de espetáculos natalícios, onde se inclui circo, teatro, gospel, musical de natal, jazz e dança são alguns dos atrativos dirigidos a crianças e famílias, no evento organizado pela Câmara Municipal de Silves. A entrada é livre.   Na edição deste ano de Silves Alegria do Natal destaca-se “a aposta feita ao …

Ler Mais »

O dinheiro do Costa

Alguns talvez me olhassem com rancor, outros ficariam ressentidos, com certeza. Mas é o que me tem apetecido fazer, interpelar quem, do alto do seu conforto, acha por bem ridicularizar o “dinheiro do Costa”… Ai, o Costa deu-me 125 euros, diz-se na rua e nas redes sociais, mesmo antes de se soltarem as gargalhadas, o escárnio e com frequência a maledicência… Não vou elogiar a medida do Governo, porque o que defendo é salários dignos que não necessitem de ajudas, apoios, solidariedades e muito menos caridades. Mas as coisas são como são e enquanto não as conseguirmos mudar temos que …

Ler Mais »

Freguesias recusam união- Tunes/Algoz e Alcantarilha/Pêra votam pela desagregação

Em 2012, o concelho de Silves assistiu ao nascimento da União de Freguesias de Algoz e Tunes e da União de Freguesias de Alcantarilha e Pêra. Mas foi uma união forçada, como aconteceu em centenas de locais pelo país, e as freguesias querem agora aproveitar a oportunidade para reverter esse processo, concedida pela lei nº39/2021, de 24 de junho que prevê a desagregação das uniões de freguesias, caso cumpram os requisitos legais. O primeiro passo para conceder de novo “a independência” às freguesias é a votação favorável, por parte das assembleias de freguesia. E esta já aconteceu, no dia 27 …

Ler Mais »

Esqueçamos o verbo gastar

A Internet não nos deixa mentir. Em dezenas de declarações, governantes e responsáveis políticos, desde o mais altíssimo nível ao regional, surgem a alertar para a necessidade de gastar bem o dinheiro da bazuca. GASTAR. Gastar melhor. Comparativamente à forma como gastamos anteriormente. E gastar rápido que o dinheiro é muito, a bazuca é grande e a nossa burocracia costuma ser exímia em deixar passar prazos, coisa que lá por fora não perdoam. É embalados nesta música agradável que entramos no Outono… a região algarvia começa a acalmar, há suspiros coletivos de alívio porque foi um verão muito bom, o …

Ler Mais »

Poluição em Silves – partes concordam em resolver o problema

Um grupo de manifestantes concentrou-se no dia 14 de setembro à porta da Câmara Municipal de Silves, em protesto. Esta ação teve como objetivo pressionar à resolução do problema ambiental provocado pela Unidade Fabril da Amorim, em Vale de Lama, Silves. No interior do edifício decorria a quinta reunião promovida pelo Município de Silves com as presenças da CCDR Algarve, Corticeira Amorim Cork Insulation (ACI), Grupo Pestana e os “Vizinhos da Fábrica”, movimento de cidadãos que tem liderado os protestos. Esta contestação começou a tomar forma com os “Vizinhos da Fábrica”, moradores nas proximidades da mesma, que reclamam contra o …

Ler Mais »