Home / Helena Pinto

Helena Pinto

Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta Formadora da Ordem dos Psicólogos Portugueses (Situação profissional dos Psicólogos; Ética e Deontologia, Intervenção em Situação de Emergência e catástrofe) e Membro do Conselho de Representantes da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Consultora da área da Gestão de Carreira

Outono… Estação de transformação

Retomando o tema do outono, enquanto símbolo de mudança e renovação, de que simbolicamente falámos na edição do mês passado, gostaria de partilhar com os leitores mais algumas ideias. A queda das folhas no outono origina um despir das árvores, mas simultaneamente “veste” as ruas e campos com uma passadeira dourada, transformando os caminhos. Esta passadeira de cores outonais, como que convida a seguir em frente, sem medo, mas deixando o que é velho e já não faz sentido continuar nas nossas vidas. A beleza dos processos de transformação é essa mesma, aproveitar os ensinamentos do caminho já percorrido, levando …

Ler Mais »

Estações do ano… Estações da vida!

Com o outono a dar os seus primeiros sinais, preparamo-nos para uma nova estação. Cada nova estação tem a sua beleza, com uma paleta de cores muito própria, onde se descobrem harmonias, memórias, vidas. Caem as folhas velhas para que tudo se renove na primavera com mais força e vitalidade. Este despertar do outono, trouxe-me à memória um poema de Maria Aparecida Giacomini Dóro, que gostaria de partilhar com os leitores, recordando que é preciso deixar cair as “folhas” velhas para que as novas estações da vida possam ser vividas em pleno. OUTONO… Tão real! Existencial… Caem as folhas, ficam …

Ler Mais »

Educar com sentido para a vida!

Em plena reentre do novo ano letivo, ultimam-se os preparativos para que as aulas se iniciem com tudo organizado. A expetativa do reencontro com os colegas, a curiosidade sobre quem serão os professores, as memórias de umas férias, que parecem sempre curtas, junta-se a um misto de alegria e nostalgia. Será que para lá dos materiais, estamos com tudo o resto preparado? Como está a motivação de pais, filhos e professores para com a escola? A vida difícil dos Professores, traz curiosidade e expetativa, pois muitos partem para uma nova escola, uma nova região, resignação a quem queria ficar mais …

Ler Mais »

Tempo de férias

Em tempo de férias para a maioria, recuperam-se energias e idealmente reduz-se o ritmo dos dias. Acostumamo-nos a viver no ritmo da sociedade e esquecemo-nos de que ainda há muita coisa para conhecer. Paramos de prestar atenção ao redor e acabamos por perder muitas coisas boas que a vida coloca no nosso caminho. Porque correm tanto as pessoas? Porque precisa tudo de ser tão depressa? Não precisa de ser assim. A vida passa e muitas vezes não demos conta, não percebemos o quanto perdemos no caminho, o quanto nos deixámos dominar pela rotina e não apreciámos as pequenas coisas, o …

Ler Mais »

Brincar é um direito

Na edição deste mês, e tendo em atenção que terminámos maio com a celebração do Dia do Brincar e iniciámos junho com o Dia Mundial da Criança, dedicarei este pequeno espaço à partilha de algumas ideias sobre a importância do brincar. Vivemos num mundo demasiado focalizado no sucesso académico, despejando conteúdos atrás de conteúdos, em aulas que se tornam pouco motivadoras e onde o sentido do que se aprende não encontra muitas vezes reflexo na vida quotidiana. Mas aprender não se faz apenas através da assimilação de conteúdos numa sala de aula, sem espaço para pensar e sem aprender a …

Ler Mais »

A base do sucesso

Na edição deste mês proponho uma reflexão sobre a questão do sucesso. A que está afinal ligado o sucesso? O que precisamos para ser bem-sucedidos? A generalidade das pessoas tem tendência a considerar que para ter sucesso é necessário ser muito inteligente, possuir algum dom /talento ou ser bafejado pela sorte. Contudo, estudos recentes (Dweck, Carol – Universidade de Stanford) apontam para o papel fundamental do reforço positivo, ressaltando as conquitas, avanços e recuos. As pessoas inteligentes, não sentindo o seu trabalho reconhecido, podem desmotivar e deixar cair por terra a sua motivação e vontade de aprender. A pesquisadora referida, …

Ler Mais »

Liberdade!

“Nos olhos daquele capitão, senti que podia confiar. Senti que aqueles olhos não podiam trazer mais nada do que igualdade, justiça, respeito (…)” (In, 7×25 Histórias da Liberdade; Margarida Fonseca Santos) Assim, nasceu uma revolução, feita de cravos, feita de esperança, de acreditar num futuro. A conquista da liberdade tornou-nos responsáveis pelos nossos atos. Quando usamos a nossa liberdade, conscientes das consequências, somos responsáveis por aquilo que fazemos. A liberdade é, assim, a responsabilidade de nos envolvermos na construção do nosso crescimento como pessoas e das comunidades em que nos integramos e procuramos encontrar o nosso espaço, em comunhão com …

Ler Mais »

Urge dizer basta!

Caros leitores, vou dedicar este espaço no mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, a um tema que este ano tem estado mais na ordem do dia: a violência doméstica. 2019 iniciou-se com várias tristes notícias relacionadas com a morte de mais 12 pessoas vítimas de violência doméstica – onze mulheres, entre elas uma bebé de 2 anos, e um homem, foram atacados até à morte por familiares, companheiros ou ex-companheiros. Muitas delas já tinham pedido ajuda e não foram levadas a sério. Assim se perdem vidas e se destroem famílias, se roubam infâncias e crescimento saudável …

Ler Mais »

A força dos pensamentos

Na primeira edição deste ano falámos da importância das escolhas que fazemos, nomeadamente das pessoas que escolhemos ter nas nossas vidas e da pessoa que queremos ser na vida dos outros, por forma a nos tornarmos em cada dia melhores pessoas e marcarmos de forma positiva quem nos rodeia. É sem dúvida através dos afetos que construímos relações positivas, é na forma como “lemos a vida” que lhe damos ou retiramos sentido.  A vida está cheia de desafios e acontecimentos adversos que necessitam de encontrar um caminho de resolução. Os pensamentos, estereótipos e crenças irracionais que vamos adquirindo ao longo …

Ler Mais »

Recomeçar

Caros leitores, antes de mais… Feliz Ano Novo! Em cada ano que começa, renovam-se sonhos, esperanças, desejos, … acredita-se que tudo vai ser diferente. Ser otimista, ser positivo, transforma-nos para melhor, leva-nos a uma maior atenção para connosco próprios e para com o que nos rodeia. Este focus gera relações e interações mais positivas e consequentemente maior bem-estar físico e emocional e uma maior satisfação com a vida. Olhar para o novo ano com otimismo, implica aprender com o correu menos bem e ser grato pelo que se conquistou, ser grato pelo que se recebeu, ser grato pela vida. Promova …

Ler Mais »