Home / Helena Pinto

Helena Pinto

Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta Formadora da Ordem dos Psicólogos Portugueses (Situação profissional dos Psicólogos; Ética e Deontologia, Intervenção em Situação de Emergência e catástrofe) e Membro do Conselho de Representantes da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Consultora da área da Gestão de Carreira

Livro da Vida – Episódio V – Realização Pessoal e Profissional

Maio inicia-se com o Dia do Trabalhador, dia em que se festeja o trabalho, o direito ao emprego com justa retribuição e idealmente com sentimento de realização profissional. Idealmente, porque infelizmente nem todos conseguimos trabalhar no que mais nos realiza e faz felizes, no que mais nos permite manter o equilíbrio entre vida profissional e vida pessoal. Pode não parecer fácil alcançar a realização pessoal e profissional mas ela depende, essencialmente, de nós mesmos, das escolhas que fazemos ao longo da vida, da forma como pensamos, sentimos e agimos a cada momento. A autorrealização não é ponto de chegada, mas …

Ler Mais »

Livro da Vida… Episódio IV – Liberdade e Democracia!

Abril é mês de comemoração da Liberdade e da Democracia. Estes são dois pilares fundamentais da nossa sustentação individual e social, garantindo os direitos básicos que nos permitem escolher os trajectos de vida que consideramos melhores, assumindo a responsabilidade individual face às consequências dessas escolhas. “A igualdade de oportunidades para homens e mulheres é um princípio essencial da democracia. Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das consequências; Somos o que fazemos, mas somos principalmente o que fazemos para mudar o que somos. A experiência não é o que acontece com o homem: é o que o …

Ler Mais »

Livro da Vida… Capítulo 2018 – Episódio II

Com a chegada de Janeiro, primeiro mês do ano, abriu-se a primeira página deste novo capítulo – Episódio I. Deixei aos leitores a sugestão de o iniciar dedicando algum tempo à reflexão, fazendo o exercício de ler o seu livro para si próprio, numa viagem interna, por forma a apreciar as páginas escritas até ai. Nesta perspetiva, desenvolvemos um processo de aprendizagem, refletindo de forma genuína, sobre os bons e maus momentos, para assim podermos escrever novas páginas, partindo de um processo de transformação interna que promova uma atitude proactiva, por forma a sermos escritores e atores da nossa própria …

Ler Mais »

Um novo capítulo no Livro da Vida…

Com a chegada do Novo Ano, o Livro da Vida que vamos escrevendo em cada ano, inicia um novo capítulo cheio de páginas em branco. Um novo início, um novo recomeço. Tudo é colocado nas nossas mãos, para que em cada página em branco possamos escrever o que quisermos. Quando cada ano começa ele é todo nosso, a maioria das coisas vão depender das nossas atitudes, decisões e opções. Abriu-se a primeira página! Hoje dia 1 de janeiro, à hora a que partilho com os leitores estes pensamentos, já não podemos escrever mais nada, já não podemos alterar nada, pois …

Ler Mais »

Feliz Natal e Feliz Ano Novo

É Natal, é tempo de família, de partilha, é tempo de gestos mais solidários. No Natal renasce a esperança, renasce a nossa crença de que o mundo pode ser um lugar melhor, regressamos a casa, à essência de nós mesmos, voltamos a sonhar e a acreditar como em criança (mesmo que seja a brincar) no Pai Natal. Mas com o Natal vem a correria, as compras, o consumo, tantas vezes excessivo. Em vez de amor, dão-se cada vez mais bens materiais e no seu valor tenta-se criar a diferenciação. Mas o verdadeiro Natal não é esse. O verdadeiro Natal chega …

Ler Mais »

Optar e decidir

Caros leitores, após o término de um período em que cada um teve oportunidade de fazer as suas opções, no que concerne à escolha face aos destinos da sua terra e do seu concelho, um novo período se inicia. É agora mais uma vez tempo para optar, mas também para decidir e agir! Mais uma vez cabe a cada um optar por manter-se à margem para ver o que acontece, ou simplesmente criticar, ou poder envolver-se e agir, participando nas decisões da vida comunitária e fazer parte do processo construtivo do presente e futuro próximo das suas terras, contribuindo com …

Ler Mais »

Cidadania, Responsabilidade e Compromisso

Esta é uma edição muito dedicada ao ato eleitoral do qual acabamos de sair, por isso gostaria de partilhar com os leitores, algumas ideias e reflexões sobre a importância do mesmo e suas implicações. Como Presidente de uma das mesas eleitorais de Messines, foi com agrado que ao longo do dia fui assistindo a uma crescente participação dos eleitores na minha mesa. Apesar da percentagem de abstenção em cada ato eleitoral ainda ser demasiado grande, nesta freguesia ficou nos 43.30% e também no concelho ficou abaixo dos 50%. Isto significa que as pessoas se envolvem mais quando sentem a mudança …

Ler Mais »

Resiliência

Caro leitor, permita que lhe pergunte: O que faz quando se depara com um problema? Foge, chora ou enfrenta? Dependendo da sua resposta, podemos afirmar se é ou não uma pessoa resiliente. Mas afinal, o que é a resiliência? A resiliência é a capacidade humana de superar as adversidades, transformando os momentos difíceis em oportunidades para aprender, crescer e mudar. As pessoas resilientes conseguem não apenas amadurecer emocionalmente, como também ficam mais fortes depois de ultrapassada a fase negativa. Os comportamentos resilientes contribuem para lidar com situações de desgaste e encontrar equilíbrio em momentos de adversidade na vida. Perante uma …

Ler Mais »

A arte da mudança

Caros leitores, acabámos de deixar o mês de Abril, mês que nos recordou a grande mudança que aconteceu com a revolução do 25 de Abril de 1974, que transformou a vida de Portugal. A partir deste acontecimento deram-se mudanças em diferentes sentidos, permitindo o início de um processo de descoberta e crescimento enquanto pessoas, enquanto sociedade, enquanto país, redescobrindo a nossa própria identidade como povo. Mas as mudanças são fáceis ou difíceis? A mente pode mudar? O ser humano é um animal de hábitos, como tal é-lhe difícil desistir do caminho que está habituado a percorrer e que, mesmo que …

Ler Mais »

Não devia não…

Caros leitores, estamos no mês de Abril, mês da revolução, naquele que deveria ser um mês de reflexão, de manter viva a memória. Mais um aniversário que passa, comemorando, muitas vezes de forma trivial, uma data que transformou por completo a vida de Portugal. Qualquer revolução tem lados positivos e negativos, como a vida, mas mais do que focarmos no ponto negro da folha de papel branco, talvez seja mais importante focar na área em branco da folha e construir o futuro evitando repetir os erros de um passado que se traduziu em muita perda para o país, para que …

Ler Mais »