Home / António Eugénio

António Eugénio

Natural de São Bartolomeu de Messines, nascido em 1983. É licenciado em Economia e Mestre em Marketing pela Faculdade de Economia da Universidade do Algarve, tendo efectuado pós-graduações na área das Finanças Empresariais e da Fiscalidade. É membro efetivo da Ordem dos Economistas e da Ordem dos Contabilistas Certificados. Gestor de profissão, interessa-se especialmente por desenvolvimento regional e territorial e é doutorando em Gestão de Inovação e do Território na Universidade do Algarve.

Os pratos da balança

O orçamento de Estado de 2018 foi aprovado na sua generalidade no Parlamento. A promessa explícita do Governo é de que este é um orçamento expansionista, que devolverá rendimentos perdidos durante a austeridade à população e que resultará numa diminuição do IRS pago pelos portugueses. No entanto, dificilmente se poderá dizer que os Portugueses verão reduzido o seu encargo total com impostos. O reescalonamento do IRS reduzirá algum encargo a uma parte dos portugueses. No entanto esta redução de IRS não se verificará da mesma forma para todos. A situação do regime simplificado nos recibos verdes é incerta; as primeiras …

Ler Mais »

Os desafios dos próximos anos

Enquanto escrevo estas linhas, confirma-se que Rosa Palma revalidou o mandato de Presidente da Câmara Municipal de Silves, com uma maioria tanto na Câmara, como na Assembleia Municipal. Os munícipes deste concelho avaliaram o seu trabalho dos últimos quatro anos de forma positiva e colocaram a sua confiança na autarca para outro ciclo de governação. No entanto, penso que poderemos esperar ou ambicionar algo diferente dos próximos anos. Por um lado, o mandato anterior foi repleto de alguma “arrumação” na casa, no sentido em que houve uma adaptação ao novo status quo de governação e por outro, no que toca …

Ler Mais »

O caminho da cidade de Silves

A rentrée deste ano é especial. Depois das férias, do descanso à beira-mar e das noites de festa, o regresso ao trabalho é pautado por uma diferença: as eleições autárquicas. Acaba uma silly season e começa outra. Em breve começarão as conversas e as divagações pelas cidades e vilas de Portugal. Erguem-se cartazes com fotografias enormes com slogans apelativos (e diga-se de passagem, alguns bem hilariantes). Acredito que, a cada quatro anos, a expressão mais ouvida entre os habitantes deste Portugal em frenesim eleitoral autárquico seja “Olha, este meteu-se na política!”. E no entanto, esta silly season não deveria ser …

Ler Mais »

Projetos de gente grande

Estive a ler há algumas semanas um artigo num jornal nacional sobre o fracasso da criação de uma “cidade do cinema” em Portimão. A iniciativa prometia milhares de milhões de euros em investimento e milhares de postos de trabalho para a cidade e a região. A edificação desta instituição elevaria Portimão e a região para a alta roda do cinema mundial; uma “Hollywood” europeia. A realidade esbarra na ficção e o projeto pouco deixou de concreto para mostrar, exceto no que toca a 4,6M de euros pagos pela autarquia em projetos e consultadoria. Em vésperas de eleições e com a …

Ler Mais »

Autenticidade Turística

O verão está à porta mais uma vez. A imagem já é conhecida dos algarvios que povoam a região. Chegam aos magotes; turistas e mais turistas! Atravessam as nossas estradas num corrupio alucinante nos seus automóveis. Chegam sedentos ao nosso aeroporto. A região enche e transborda durante 3 a 4 meses por ano. Como bons algarvios, nem notamos a parafernália de línguas que ouvimos durante a nossa vida veraneante: inglês, alemão, espanhol e cada vez mais recorrentemente, italiano e francês. As ruas enchem-se; surgem filas em tudo o que é serviço; as nossas belas praias tão repletas de um mar …

Ler Mais »

O choque económico da tecnologia

Portugal ferve com a febre do empreendedorismo tecnológico. A promessa de um Silicon Valley português, com lugar de destaque num mundo cada vez mais global e avançado, parece demasiado poderosa para se ignorar. O choque tecnológico alardeado há alguns anos continua a sua caminhada para a relevância estrutural na economia do país. A tecnologia surge como característica diferenciadora na atribuição de financiamento através de fundos comunitários. Na sequência do Web-Summit, grande evento mundial sobre start-ups e tecnologia, surgem uma série de pequenos eventos mais pequenos sobre o tema, um pouco por todo o país. O empreendedorismo está na moda como …

Ler Mais »

O princípio da descentralização enquanto fim

Numa das suas típicas lições de gestão, o Chefe do Cabelo Pontiagudo insurge Dilbert a descentralizar a sua organização para impedir a existência de pontos de estrangulamento no processo de decisão. Na tira seguinte, o Chefe do Cabelo Pontiagudo indica que dever-se-á centralizar os processos de gestão para que a organização seja mais eficiente. Face a estas decisões visionárias, Dilbert conclui que o seu chefe só pode ser um génio da estratégia empresarial. Dilbert e o Chefe do Cabelo Pontiagudo são personagens fictícios de uma tira humorística de banda desenhada, desenhada e escrita por Scott Adams, que satiriza as práticas …

Ler Mais »

O desemprego do Homem

Há umas semanas li um artigo sobre o impacto da tecnologia no mercado de trabalho, onde se argumentava que os avanços em campos como a automação e a inteligência artificial prometiam a extinção de quantidade substancial de trabalho e consequente substituição por máquinas, computadores e robots. O mesmo artigo indica que 47% dos empregos na América são “computorizáveis”; substituíveis por tecnologia, em áreas da saúde à contabilidade. Não é de todo descabida a possibilidade; a tecnologia tem substituído postos de trabalho um pouco por toda a parte, desde os primórdios da Revolução Industrial. Já na Inglaterra do século XIX, os …

Ler Mais »

Investimento público: necessário mas ponderado

Vivemos tempos estranhos. Temos uma taxa de juro historicamente baixa e no entanto, o investimento e o crescimento económico não aparecem. Face à ausência de actividade privada, algumas escolas de pensamento económico sugerem que, face à incapacidade do investimento privado em propulsionar a atividade económica, terá de ser o investimento público a assumir o papel de catalisador, promovendo políticas de carácter expansionista para que o motor económico volte a funcionar. A questão é que o erário público encontra-se depauperado; décadas de políticas expansionistas sem consideração pelo ciclo económico levaram à intervenção da Troika no nosso país e à imposição de …

Ler Mais »

Natalidades e Fatalidades

Ruas iluminadas, cânticos de Natal nos espaços comerciais…. Mais um Natal a chegar. É uma época de harmonia e reunião familiar que nos relembra a bondade e compaixão que existe no mundo. Porém, neste ano de 2016, tão marcado por questões humanitárias e idealismos religiosos e políticos, a harmonia tirou férias e a bondade e compaixão ficaram dentro do saco de prendas do ano passado. Nos Estados Unidos da América, o Pai Natal adiantou-se e já deixou um pequeno presente no sapatinho dos Americanos: Donald Trump será presidente. O polémico candidato ganhou as eleições para a presidência dos Estados Unidos …

Ler Mais »