Aprovada a Estratégia de Desenvolvimento Local “Algarve Central 2030”, que inclui Messines e SM Serra

A assembleia de parceiros do Grupo de Ação Local “Algarve Central 2030” aprovou o Plano de Implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local (EDL) para o território, que inclui as freguesias de São Bartolomeu de Messines e São Marcos da Serra.
Segundo a associação In Loco “este Plano serve como um instrumento de programação para implementar a estratégia aprovada para o território no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária” ,a qual permitirá que este território aceda a verbas no âmbito do Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC) no período 2023-2027, para investimentos diversos, nas seguintes medidas:
  • Pequenos investimentos na bio economia e economia circular
  • Pequenos investimentos na exploração agrícola
  • Investimentos em diversificação, comércio e serviços associados
  • Inovação na comercialização, cadeias curtas e mercados locais
  • Conservação e valorização do património rural, natural, cultural e gastronómico (incluindo Aldeias Inteligentes)
“A estratégia resultou de um trabalho que durou 3 anos, durante os quais foram ouvidos diversos atores e a população do território abrangido, e foca-se em 5 eixos:
  • Governação, Participação e Capital Social
  • Eficiência e transição de modelo de Desenvolvimento
  • Empreendedorismo Sustentável
  • Economia Local
  • Equidade
“A parceria pretende um “Algarve Central”, do interior ao litoral, um território integrado capaz de ultrapassar assimetrias e de responder aos desafios das alterações climáticas, da transição energética e digital e do desenvolvimento sustentável.
É constituída por 48 entidades do território, desde os municípios a associações de artesanato, de produtores do sector agroalimentar e pecuário, representantes do sector florestal, do ambiente, da cultura, gastronomia, turismo, área social, ambiente, economia e os empreendedores e agentes económicos.
O Desenvolvimento Local de Base Comunitária é uma forma de abordagem integrada para o desenvolvimento territorial que, na sua vertente rural, é apoiado pelo Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER), através do PEPAC.
Os grupos alvo do DLBC encontram-se articulados, em comunidades de base rural e agentes económicos, sociais e institucionais intervenientes nos processos de desenvolvimento local e de diversificação e competitividade da economia de base rural (abordagem LEADER).
A Associação In Loco é entidade gestora das parcerias no âmbito do programa LEADER desde o seu projeto piloto, em 1991, sendo uma iniciativa da Comunidade Europeia.”
Fonte: In Loco

Veja Também

IEFP divulga ofertas de trabalho e estágios

O Instituto de Emprego e Formação Profissional divulga a  listagem de Ofertas de Emprego, Estágios …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *